Palmas (TO),

  • LEIA TAMBÉM

    15/05/2019

    CAPITAL| Manutenção e jardinagem são temas de reunião do “Amigos do Palacinho”

    Museu está fechado ao público até conclusão dos reparos

    ©DIVULGAÇÃO
    A segunda reunião do “Amigos do Palacinho”, realizada na noite dessa terça-feira (14), abordou as novidades capitaneadas pelo grupo em prol do museu, desde o primeiro encontro, ocorrido dia 2 de abril. “De lá para cá, contabilizamos vários avanços na garantia da preservação do Palacinho. E esse é o motivo de estarmos aqui”, ressaltou o coordenador do grupo, José Wagner Praxedes.

    Durante o encontro, sediado no próprio museu, que contou com a presença de 60 participantes, Praxedes falou da mobilização do grupo junto ao governo do Estado e ao município de Palmas para melhorias do Palacinho, que inclusive já podem ser conferidas.

    Na oportunidade, o secretário estadual de Infraestrutura, Cidades e Habitação, Renato Assunção, informou que foram iniciados os reparos na estrutura do museu, bem como nas partes elétrica e hidráulica. “O serviço não para, enquanto não concluir”, pontuou Assunção.

    O superintendente da Agência de Desenvolvimento do Turismo, Cultura e Economia Criativa, Vieira de Melo, destacou o interesse do governo em manter viva a memória do Estado e a importância do grupo de agir em parceria com a gestão. Comunicou ainda que o Palacinho estará fechado ao público até o final da manutenção, que tem previsão de dois meses. 

    A prefeitura de Palmas, por meio da Secretaria de Infraestrutura e Serviços Públicos, também abraçou a causa do “Amigos do Palacinho”. O diretor de Parques e Jardins do município, Miguel Fonseca, que representou o secretário Antônio Trabulsi, apresentou o projeto de jardinagem e disse que já está praticamente concluído.

    O superintendente do IPHAN-TO, Marco Aurélio Zimmermann, frisou que essa “é uma iniciativa pioneira e imprescindível no Estado e como bem disse o coordenador do grupo, Wagner Praxedes, o governo muda, as gestões mudam, mas a intenção do grupo não altera”.

    Os amigos aumentam

    À cada reunião, o grupo conquista mais adeptos. A nova integrante é a museóloga Liliane Bispo. No encontro, a técnica ponderou quais são os próximos passos depois de finalizados os reparos. “Temos uma documentação importante a ser elaborada, que é o Plano Museológico do Palacinho, que vai reger as outras partes do museu”. 

    Outra novata na equipe é arquiteta Valéria Picanço, especialista em restauração e patrimônio histórico. “Tocantins é um Estado novo e precisa salvaguardar esse patrimônio para que daqui 200 anos as pessoas saibam o que foi esse prédio e toda a história que envolve o Palacinho”. 

    Pioneiros

    Os pioneiros de Palmas também marcaram presença. A ex-funcionária do Palacinho, Joselir Pereira, disse que faz questão de estar em todas as reuniões. “Estou muito feliz por essa ação do grupo porque a gente via que a qualquer momento poderíamos perder esse patrimônio da história viva”.

    Para o empresário Henrique Fragata “É muito bom reviver e zelar pelos tempos que se passaram”.
    ©DIVULGAÇÃO

    ASSECOM


    Imprimir