Palmas (TO),

  • LEIA TAMBÉM

    23/05/2019

    Em audiência Vicentinho Júnior pede ao Diretor do Dnit celeridade para a construção da Ponte de Xambioá e se compromete em viabilizar recursos ao órgão

    ©DIVULGAÇÃO
    A ponte de Xambioá foi um dos principais assuntos abordados pelo deputado federal Vicentinho Júnior (PL-TO), com o Diretor Geral do Departamento Nacional de Infraestrutura e Transporte (DNIT), General Antonio Leite dos Santos Filho, em audiência nesta quinta-feira, 22. O objetivo é dar celeridade ao processo judicial que suspendeu o início da construção da ponte sobre o Rio Araguaia, na BR-153.

    Sobre este assunto o general Santos Filho esclareceu que o processo que estava no Supremo Tribunal Federal (STF) foi encaminhado, no dia 14 de maio, ao Supremo Tribunal de Justiça (STJ) e que já foi solicitada uma audiência, prevista para a próxima semana, com o presidente João Otávio de Noronha. Vicentinho Júnior lembrou que a Bancada Federal do Tocantins destinou R$ 100 milhões para custeio da ponte e sugeriu a participação dos parlamentares do Pará e Tocantins na reunião.

    Travessia de Paraíso

    Acompanhado do prefeito em exercício, Celso Morais solicitou ainda viabilidade técnica para a execução da travessia urbana na BR-153 no perímetro de Paraíso do Tocantins. Frisou que município abrange a região do Vale do Araguaia e é ponto de acesso de quem usa a Belém Brasília para chegar à Capital.

    O prefeito em exercício Celso Morais salientou a expectativa criada na sociedade com a realização de audiências públicas e início das obras. Na reunião, o general Santos Filho mencionou os valores para execução desta obra, em que o deputado federal Vicentinho Júnior, membro da Comissão Mista de Orçamento (CMO) se comprometeu a viabilizar recursos para o Dnit.

    Participaram da audiência o engenheiro de Paraíso do Tocantins Gilson Morais e o secretário de Infraestrutura de Paraíso, Ubiratan Carvalho, o assessor de Orçamento do gabinete, Maurílio Ricardo e o assessor técnico do DNIT Allan Magalhães Machado.

    ASSECOM

    Imprimir