Palmas (TO),

  • LEIA TAMBÉM

    10/05/2019

    Mãe, inspiração e exemplo a serem seguidos na administração pública

    Homenagem conecta o TCE/TO com as mamães em campanha para o dia delas

    ©Raimundo César
    Conectadas com as boas práticas da gestão, elas têm experiência em planejamento e administração e servem de inspiração para os gestores públicos. As mamães planejam diariamente e estrategicamente suas ações para dar conta de tantos afazeres. Equilibram receitas e despesas da casa para evitar no final do mês déficits orçamentário e financeiro, atuando com amor, vigor, transparência e responsabilidade para que não falte comida, saúde, escola e segurança para todos a sua volta.

    Essa conectividade entre as mães e o Tribunal de Contas do Tocantins (TCE/TO) rendeu uma homenagem que contou com a mamãe e digital influencer Jackline Arantes, do blog @apenassmae, que divide com as outras administradoras do lar a experiência de uma gestão exemplar.

    “A participação da digital influencer foi muito importante, porque as redes sociais fazem parte da vida da mulher moderna. Sou uma mãe de 60 anos e tenho Twitter, Facebook e participo das redes sociais ativamente. Foi uma ótima iniciativa”, avaliou a técnica de Controle Externo, Nilda Aparecida Batista.

    E com o tema: Mães, vocês são a nossa maior inspiração! o TCE, a Associação dos Funcionários do Tribunal de Contas do Estado do Tocantins (Astec) e o Sindicato dos Servidores do Tribunal de Contas do Estado do Tocantins (Sinstec) homenagearam nesta sexta-feira, 10, as servidoras da Corte, no hall do edifício sede, com um painel de fotos com seus filhos, palestra com tema voltado a elas, exposição de produtos e flores.

    Homenagens

    Protagonista da campanha dos Dia das Mães da Corte de Contas, Jackline participou do evento e fez questão de deixar um recado para as servidoras. “Você é a melhor mãe que seu filho poderia ter. Pois sempre faz o melhor pensando no seu filho”, afirmou. E completou: “Nós, como mães, temos o papel importante de fiscalizar para garantir um futuro melhor para os nossos filhos”, enfatizou.

    Para a assistente de Controle Externo Luzia Pereira do Santos, a companha do Tribunal ficou muito interessante, pois ser mãe é ser de tudo um pouco. “Esse elo entre o Tribunal e as mães ficou um espetáculo. Uma homenagem maravilhosa”.

    A presidente da Astec, Kelle Ramos Rézio, lembrou que nos seus 27 anos de serviços prestados ao Tribunal de Contas acompanhou a alegria de muitas servidoras se tornarem mães. “Ser mãe é uma experiência única. Aprendo todos os dias com meus filhos e neto, é sempre algo maravilhoso. Desejo sabedoria a todas vocês”. 

    Já para o técnico de Controle Externo e vice-presidente do Sinstec, Paulo Marcos Pinto de Souza, o momento é de agradecer a Deus pela oportunidade de ter tido uma mãe. “O verdadeiro amor você só conhece depois de se tornar mãe, assim como os pais. As mulheres fortalecem e dignificam uma casa. Parabéns à todas, vocês merecem tudo de melhor”. 

    Com sua mãe presente no evento, o conselheiro e presidente do Tribunal de Contas, Severiano Costandrade, lembrou dos ensinamentos da dona Maria Alice, que lhe guiou e guia até hoje para ser uma pessoa melhor. “Mães, vocês são inspiradoras, guerreiras e nos motivam a sermos melhores como homens e também no dia a dia no Tribunal. Obrigado a todas servidoras que enfrentam suas batalhas fora daqui (do TCE) e ainda trabalham de forma excelente todos os dias”, destacou o presidente. 

    Palestra

    A sexóloga, escritora e coach, Glícia Neves, teve um bate-papo com as servidoras com o tema “Sou mãe, quem eu sou”. A palestrante despertou nas mães um olhar mais crítico para a maternidade, ou seja, sobre o que elas se tornam após esse período. “As mães se envolvem tanto na maternidade que as vezes esquecem quem elas são. Há uma perca de identidade”, pontuou Glícia. 

    O que vocês fizeram hoje para a saúde do corpo de vocês? E do emocional? Perguntou a palestrante que, logo em seguida, ressaltou que todas as mães devem estar bem consigo mesmas, devem trabalhar a autoestima, o emocional e o autocontrole. Assim estarão bem também para assumir as responsabilidades diárias e exercer o papel de mãe. “A meditação é uma excelente forma de ter autocontrole”, indicou a palestrante.

    Durante a conversa, a sexóloga ainda abordou tópicos importantes sobe a sexualidade das mulheres, apresentando dicas, curiosidades e tirando dúvidas.

    No final, Glícia reforçou que todas as mães devem ter pensamentos positivos, viver em harmonia com a vida, pois tudo o que é positivo torna o ambiente familiar melhor. “Quando a gente está bem, os nossos filhos também estão bem”, finalizou palestrante.


    Ascom TCE/TO

    Imprimir