Palmas (TO),

  • LEIA TAMBÉM

    17/05/2019

    PORTO NACIONAL| Joaquim Maia assina Termo de Adesão ao Programa de Educação Fiscal

    ©Rodrigo Alves
    O Programa Estadual de Educação Fiscal nas escolas chega a Porto Nacional. Na manhã desta sexta-feira, 17, o prefeito Joaquim Maia assinou o Terno de Adesão ao programa. O evento aconteceu na sede da Delegacia Regional de Ensino (DRE) do município e contou com a presença dos secretários municipais da Fazenda, Iomar Teixeira e da Educação, Shyrleide Maia.

    Logo no início da cerimônia houve a apresentação cultural da “Trupe da Cultura”, e em seguida, palestras apresentando os Programas Nacional e Estadual de Educação Fiscal, bem como e a exposição das Boas Práticas, com representantes das secretarias estaduais da Educação e da Fazenda.

    Durante a assinatura do documento, o prefeito Joaquim Maia explicou a importância do trabalho que será desenvolvido nas escolas. “Temos uma rede de 28 colégios no município. Buscamos, desde o início da gestão, melhorar as estruturas físicas, valorizar e qualificar os professores, e isso sempre para promover um acesso de qualidade aos alunos da rede municipal”, destacou o gestor.

    O prefeito ainda considerou que investir em educação é um leque de opções que não pertence somente ao poder público, mas a toda sociedade. “Porto Nacional passa a preparar cada vez mais as crianças de hoje, que serão os adultos de amanhã”, finalizou.

    Educação Fiscal

    A coordenadora do Grupo Estadual de Educação Fiscal (GEFE), Andréia Feitosa explicou que “o programa já existe no Tocantins há mais de 20 anos, mas foi inserido na Constituição Federal no ano de 2018”.

    A primeira etapa do projeto será a capacitação dos professores e, em seguida, serão desenvolvidos trabalhos com os temas da educação fiscal, simultaneamente, com o currículo escolar.

    A Educação Fiscal é um processo educativo que visa a construção de uma consciência voltada ao exercício da cidadania, objetivando e propiciando a participação do cidadão no funcionamento e aperfeiçoamento dos instrumentos de controle social e fiscal do Estado.

    Benefícios

    O projeto trará muitos benefícios para a comunidade de Porto Nacional. Andréia Feitosa observou que “os conhecimentos da Educação Fiscal irão mudar o comportamento de muitos alunos, além de proporcionar a eles uma visão mais ampla entre o estado e a sociedade”.






    Por: Mychelle Tauane


    Imprimir