Palmas (TO),

  • LEIA TAMBÉM

    27/05/2019

    PORTO NACIONAL| Prefeito Joaquim Maia lança 38ª Semana da Cultura e 2ª FLIP

    ©DORNIL SOBRINHO 
    Na última sexta-feira, 24, o prefeito Joaquim Maia lançou a 38ª edição da Semana da Cultura e a 2ª Feira Literária Portuense (FLIP). Os eventos acontecem de 19 a 23 de junho, no Espaço Cultural Beira-Rio. A cerimônia, que é promovida pela Secretaria da Cultura e do Turismo (Secult) do município, teve o Museu Histórico da cidade como palco principal. A pasta é gerida pelo secretário, poeta, escritor e produtor cultural, Arnaldo Bahia.

    Neste ano, a Semana terá quatro espaços recheados de eventos artísticos, culturais e literários que serão abertos a todos os portuenses e visitantes. Para deixar o evento ainda mais interativo estão previstos mais de 15 shows, 5 saraus, 8 exposições, 13 palestras, 12 manifestações culturais, 66 lançamentos de livros. Todos inclusos na vasta programação cultural.
    ©DORNIL SOBRINHO
    A apresentação da programação foi realizada pelo secretário Arnaldo Bahia e pelo coordenador da Cultura, Fábio Barbosa. Durante a cerimônia foram apresentadas a marca da Semana da Cultura, a programação completa com cada espaço detalhado, o conceito e os nomes dos escritores homenageados.

    Caracterizando o ato cultural que vai contagiar o público durante cinco dias, o secretário da Secult convidou os presentes para fazerem a “batida do pilão”, uma performance simbólica à paçoca de carne seca feita na tradicional mão de pilão. Um verdadeiro patrimônio cultural e gastronômico nacional, presente em mesas de quase todas as regiões do Brasil.
    ©DORNIL SOBRINHO
    Para o secretário municipal da Cultura e do Turismo, o evento foi construído de forma participativa com as demais pastas e instituições. “A Semana da Cultura acontece desde os anos 80, com o intuito de resgatar, incentivar e divulgar o potencial artístico e cultural da região” observou Arnaldo Bahia.

    Dezenas de pessoas participaram do lançamento, como a primeira-dama Aline Maia, secretários municipais, vereadores, homenageados, expositores, representantes de instituições públicas e privadas, entidades parceiras, e diversas personalidades ligadas à cultura portuense.

    Para Joaquim Maia a Semana da Cultura é da altura “da nossa gente”, grande, salientando a importância do evento para o desenvolvimento da cultura no município. “A 38ª Semana da Cultura e a 2ª FLIP significam um momento de expressão muito forte, onde podemos demonstrar toda força cultural de Porto Nacional”, destacou o Prefeito.

    “A Semana da Cultura pra Porto Nacional é muito mais que um simples evento. É quase um patrimônio cultural da cidade. Todas as iniciativas tem um grande significado, que é do tamanho do contexto cultural que a cidade possui. Uma riqueza do povo, junto com os valores, crenças, danças, comidas, gastronomia, músicos, pintores, e todos os artistas. Nós temos um universo cultural vasto”, analisou o poeta e médico portuense, Célio Pedreira que prestigiou o lançamento.

    O Museu Histórico de Porto Nacional é considerado referência regional por ter caráter democrático e consistência em sua programação cultural, que é cem por cento gratuita.

    FLIP 2019

    A segunda edição da Feira Literária portuense tem como patrono nacional Eli Brasiliense. Nasceu em Porto Nacional à época do Estado de Goiás, hoje Estado do Tocantins, em 18 de abril de 1915. Faleceu no dia 5 de dezembro de 1998 na capital goiana. Escritor, Romancista, Ensaísta e Jornalista, Eli Brasiliense entrou para a Academia Goiana de Letras em 1957, da qual foi presidente de 1961 a 1964.

    Além dele, a FLIP irá homenagear o portuense Edivaldo Rodrigues, que também é jornalista, além de historiador e escritor. Escolhido como patrono regional, ele prestigiou o lançamento do evento.

    “Sinto-me prestigiado em estar aqui sendo escolhido como patrono. É um reconhecimento pelo trabalho literário que estamos fazendo há anos. Meu último livro falou muito alto sobre minha cidade. Agradeço aos meus amigos da Academia de Letras e Arte de Porto Nacional (ALAPORTO), bem como, à Prefeitura Municipal pela oportunidade de estar junto com os colegas escritores mostrando que o município é fomentador de cultura”, enfatizou Edivaldo Rodrigues.

    No roteiro de atrações, os visitantes poderão desfrutar de encontros, bate-papos e rodas de conversas com escritores portuenses e regionais.

    Nos estandes participarão livrarias, editoras, escolas e instituições. Uma excelente oportunidade de se culturalizar. A edição 2019 terá uma programação robusta com autores de todos os gêneros literários e de diferentes gerações, integrando a programação.

    São mais de 140 escritores; membros das Academias de Letras do Estado, além de 60 autores de obras que são lançamento. Haverá venda de livros.

    A FLIP, porém, não se resumirá a matar a fome de livros. Entre uma programação e outra, os visitantes terão à disposição uma praça de alimentação com comidas e bebidas.

    Comenda Dr. Francisco Ayres da Silva

    Simboliza o maior reconhecimento aos serviços prestados por cidadãos à cidade de Porto Nacional. Dez ilustres colaboradores do município serão condecorados. A relevância da homenagem é a contribuição para o desenvolvimento econômico, cultural e social da cidade. As comendas serão entregues pelo prefeito Joaquim Maia.



    Por: Luciana Macedo


    Imprimir