Palmas (TO),

  • LEIA TAMBÉM

    06/06/2019

    Caravana do Sebrae Tocantins participa da 8º edição do Seminário Brasil Mais Simples

    ©DIVULGAÇÃO 
    Realizado pelo Sebrae Nacional e parceiros, o Seminário Brasil Mais Simples iniciou na manhã desta quinta-feira no Centro de Eventos Brasil 21, em Brasília, e vai até o dia 07 de junho. O evento acontece todos os anos e tem como objetivo divulgar novidades, promover atualizações, informações e troca de experiências no tocante à desburocratização e às práticas inovadoras de gestão pública.

    Com a desburocratização voltada para o crescimento do desenvolvimento, o seminário possui uma programação com palestras, painéis e salas temáticas sobre Registro Mercantil, Inscrições Tributárias, MEI e Licenciamento e Viabilidade. Esta edição também conta com a presença dos especialistas em governo digital da Dinamarca, Ronnie Erikson e de constituição de empresas do Canadá, Marcelo Andrade. 

    Esse ano o Sebrae Tocantins levou uma caravana composta por gestores públicos e técnicos das prefeituras de Palmas, Araguaína, Porto Nacional, Dianópolis, Gurupi, Pau D’arco, Combinado e Colinas, além do Diretor de Serviços Técnicos do Corpo de Bombeiros, Thiago Franco, o Presidente do Tribunal de Contas do Estado, Severiano José e o Presidente e Analista da Jucetins.
    ©DIVULGAÇÃO
    Araguaína foi um dos destaques do Brasil Mais Simples, sendo o primeiro município a regulamentar a medida provisória da liberdade econômica, que facilita a abertura e o funcionamento de empresas. A MP foi assinada em abril deste ano pelo Presidente da República.

    Ao final do segundo dia do Seminário, os participantes vão consolidar os termos da “Carta Brasil Mais Simples 2019”. O documento vai apresentar pontos de destaque para orientar a formatação de políticas públicas voltadas à melhoria do ambiente de negócios para as pequenas empresas no Brasil.

    Para o Superintendente do Sebrae Tocantins, Moisés Gomes, o evento é uma oportunidade que os pequenos negócios e especialistas têm de trocar experiências e discutir sobre a desburocratização. “A ideia é debater e simplificar a vida do empreendedor que deseja abrir ou formalizar uma empresa. Tenho certeza que com essas palestras e painéis o Sebrae vai levar muito conhecimento para empreendedores tocantinenses”, acrescentou.

    ASSECOM

    Imprimir