Palmas (TO),

  • LEIA TAMBÉM

    14/06/2019

    Gestores apresentam aos profissionais de saúde o projeto de ampliação do horário de atendimento nas unidades

    ©DIVULGAÇÃO
    Desde o último mês de abril, gestores da Secretaria de Saúde de Palmas vêm se reunindo com as equipes dos 16 Centros de Saúde da Comunidade que serão habilitadas pelo Ministério da Saúde no Programa ‘Saúde na Hora” para apresentar a proposta de expansão do atendimento no horário noturno.

    Desta vez o bate-papo sobre a implantação e adesão voluntária dos profissionais foi com a equipe do Centro de Saúde da Comunidade da Arse 82. Na oportunidade, o secretário de Saúde de Palmas, Daniel Borini, falou como a unidade irá funcionar com o horário estendido de segunda a sexta até às 21 horas, da escala dos profissionais e dos atendimentos que serão oferecidos aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS).
    ©DIVULGAÇÃO
    Durante a conversa, os trabalhadores puderam esclarecer algumas dúvidas e também se posicionar sobre a proposta de oferecer ao usuário mais este período de atendimento na atenção primária de saúde. O secretário deixou claro aos profissionais que a adesão ao programa é facultativa e que os encontros com as equipes estão sendo importantes para explicar como tudo ocorrerá e também para diminuir as dúvidas que vão surgindo. “Palmas sai mais uma vez na frente, pois estamos antecipando a implantação do horário estendido. Na segunda-feira, 17, já daremos início ao atendimento noturno no Centro de Saúde da Arse 101, onde será o nosso projeto piloto. A nossa meta é que em agosto todos os 16 CSCs iniciem o expediente noturno”, observa o gestor.

    A médica especialista em Saúde da Família e Comunidade, Bruna Antunes Ramos, que atende no CSC da Arse 82, disse que achou muito interessante e completamente viável o funcionamento da unidade no período noturno, ressaltando a realidade do território da área de abrangência do Centro, pois de acordo com a médica muitos pacientes faltam às consultas devido a dificuldades em conciliar com os compromissos de trabalho. “Na minha opinião, além de facilitar para o usuário, também ficará muito agradável ao servidor para livre escolha de flexibilidade na agenda, uma vez que irá evitar faltas injustificadas já que a pessoa resolve seu compromisso pessoal no período que estiver livre”, pontua a profissional.

    Sobre os serviços que a unidade oferecerá no período noturno, o secretário executivo, Frederico Silvério, lembrou que os atendimentos serão ofertados exclusivamente à população da quadra de abrangência da unidade e que os casos de urgência e emergência permanecem com o mesmo fluxo, ou seja, para esses casos podem buscar atendimento nas Unidades de Pronto Atendimento - Upas Norte e Sul. “Queremos atender as pessoas que por algum motivo não conseguem procurar a unidade de saúde durante o dia. Teremos a sala de vacina funcionando, a equipe para o pré-natal, puericultura, consultas de enfermagem, medicina e odontologia e os serviços de rastreamento populacional”, pontuou Silvério, acrescentado os agendamentos para pacientes de cuidado continuado como hipertensos, diabéticos, hansênicos, pré-natal, entre outros.

    O Programa

    O Programa ‘Saúde na Hora’ tem como objetivo ampliar o acesso aos serviços de Atenção Primária à Saúde por meio do funcionamento das unidades de saúde em horário estendido, proporcionando maior acesso dos usuários aos atendimentos.

    SECOM

    Imprimir