Palmas (TO),

  • LEIA TAMBÉM

    17/06/2019

    PORTO NACIONAL| Caravana da Saúde chega a sua 18ª edição no Reassentamento Córrego do Prata

    ©Rodrigo Alves
    A Prefeitura de Porto Nacional, através da Secretaria Municipal da Saúde, promoveu na última quinta-feira, 13, a 18ª edição da Caravana da Saúde, que pela segunda vez foi até o Reassentamento Córrego do Prata levando mais de 20 serviços para a comunidade. Mais de 300 famílias foram beneficiadas. A Caravana é uma inovação por parte da administração do prefeito Joaquim Maia e vem se destacando desde que foi idealizada.
    ©Rodrigo Alves
    A Secretaria da Saúde conta com uma unidade móvel para o atendimento semanal nas comunidades. São médicos (clínico geral), enfermeiros, técnicos de enfermagem, dentistas e técnicos em saúde bucal. Houve a ampliação do programa com a introdução do serviço de educação em saúde (prevenção e promoção), exames, consultas com especialistas, fisioterapêuticos, nutricionistas e testes rápidos de HIV, Sífilis, Hepatites, Glicemia e Gravidez, prestando um serviço de saúde de qualidade e resolutivo.

    Mesmo tendo um número de assentados significante, o prefeito de Porto Nacional Joaquim Maia garante que a Caravana da Saúde tem estrutura suficiente para atender toda a comunidade do Córrego do Prata, um serviço de saúde básica de qualidade.
    ©Rodrigo Alves
    “Apesar de grande, todas as famílias do reassentamento Prata estão tendo a oportunidade e condição de receber todos os serviços de saúde, por meio de uma equipe multidisciplinar. Todos esses serviços a uma condição em que se pode fazer dentro do Sistema Único de Saúde (SUS). Estamos sempre empenhados em prestar o melhor atendimento para nosso povo”, explicou Joaquim Maia.

    Para a secretária municipal da Saúde, Anna Crystina Brito é de extrema importância levar para as comunidades mais distantes os serviços médicos que, normalmente, são executados dentro dos centros de saúde. “Estamos com mais de 20 serviços à disposição dessa comunidade e das próximas que vierem. A tendência é só melhorar”, destacou a Secretária, afirmando que os encaminhamentos estão sendo feitos de acordo com a necessidade de cada morador.
    ©Rodrigo Alves

    Por: Mychelle Tauane



    Imprimir