Palmas (TO),

  • LEIA TAMBÉM

    11/06/2019

    Praias da capital passam por vistorias após ataques de piranhas

    Serviço começou nesta terça-feira na praia da Graciosa e deve percorrer todas as praias de Palmas. Bombeiros registraram três casos de banhistas mordidos em 2019.

    Praias de Palmas começaram a passar por vistoria após ataques de piranha ©Divulgação/Prefeitura de Palmas
    As praias de Palmas começaram a ser vistoriadas nesta teça-feira (11) após os ataques de piranhas registrados recentemente pelo Corpo de Bombeiros. A Prefeitura de Palmas informou que o serviço começou pela praia da Graciosa, mas que deve percorrer todas as praias da capital até o inicio da temporada, em julho.

    Equipes da Secretaria de Infraestrutura vão reparar as telas de proteção onde houver danos e também vão fazer varreduras com redes dentro das áreas de banho. Também é realizada a reposição de areia nas partem em que ela foi arrastada para o lago pela chuva.

    "As redes de proteção e a varredura auxiliam na diminuição de acidentes com banhistas, pois evitam a passagem de peixes para a área de banho", disse o diretor de parques e jardins, Miguel Fonseca. Ele também alertou que subir ou pular as redes de proteção podem colocar em risco os banhistas.

    Em 2019, de acordo o Corpo de bombeiros, foram registrados três ataques de piranhas em Palmas. Em todo o ano passado ocorreram 30 registros, um em Porto Nacional e os demais na capital.

    Por G1 Tocantins


    Imprimir