Palmas (TO),

  • LEIA TAMBÉM

    08/07/2019

    Defesa Civil Municipal inaugura Núcleo Comunitário de Defesa Civil em Taquaruçu Grande

    ©DIVULGAÇÃO 
    Aconteceu, no último sábado, 06, na região de Taquaruçu Grande, a inauguração da sede do Núcleo Comunitário de Defesa Civil (Nudec) Rota do Abraço. A sede é a primeira ação do Plano Estratégico de Prevenção e Combate às Queimadas, assinado pela Defesa Civil Municipal, ONG Água Doce e ETI Professor Fidêncio Bugo.

    A sede do Núcleo foi viabilizada através da colaboração e contribuição de muitos, como a Associação de Pequenos Agricultores Familiares de Taquaruçu Grande, que cedeu o terreno para a construção. Além disso, entidades públicas e privadas doaram telhas, mão de obra, entre outras coisas, tornando possível que o espaço físico do Núcleo fosse construído.

    Prestigiaram a inauguração o tenente Borges, da Defesa Civil Estadual; Marcelo Grison, representando a Fundação Municipal de Meio Ambiente (FMA); Claúdio Sayão, representando a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Rural (Seder); Joselaine Queli Fiametti, diretora da ETI Fidêncio Bugo; Volnei Martinovski, do Parque Estadual do Lajeado e do Naturatins; Maria Isabel Miranda, do Centro de Apoio Operacional do Meio Ambiente (Caoma); membros da Divisão Ambiental da Guarda Metropolitana de Palmas; e o vereador Etinho Nordeste que, na ocasião, entregou, a presidente da Água Doce, uma autorização para que a ONG possa receber doações de recursos para viabilizar suas ações.
    ©DIVULGAÇÃO
    Para a presidente da ONG, Libânia Ferreira, o núcleo possibilita a realização de um trabalho de educação preventiva. “A ideia é que a população venha até nós buscar informações sobre alternativas, que não envolvam fogo, para seus resíduos. Futuramente nós também vamos às casas dos moradores da região para fazer oficinas de compostagem e outras ações, sempre no intuito de evitar o uso do fogo e, assim, as queimadas”, explicou a presidente.

    Dia D de Combate às Queimadas

    Além da inauguração do Nudec, o sábado também foi marcado pelas ações do Dia D de Combate às Queimadas, organizado pela Defesa Civil Municipal, em parceria com moradores de Taquaruçu Grande.

    Para isso, membros de todas as entidades presentes na inauguração foram a campo, dividindo-se em equipes. Cada equipe recebeu uma rota e tinha a missão de entregar material educativo e conscientizar, por meio da conversa, a população local a cerca dos riscos das queimadas.

    O superintendente da Defesa Civil de Palmas, Bruno Maciel Grama, agradeceu a colaboração de todos os presentes e, em especial, da comunidade que foi até a Defesa em busca desse tipo de ação. “Nós gostaríamos que mais comunidades tivessem essa atitude e essa abertura para participar desses trabalhos educativos, sem o apoio das pessoas que moram nessas regiões, é impossível fazer um bom trabalho de conscientização”, disse.

    Maciel também reforçou a importância do trabalho que foi realizado. “O fogo se alastra rapidamente, nessa época principalmente, por conta dos ventos fortes, em pouco tempo atinge muitas localidades. E aí, até que as equipes de brigadistas e o Corpo de Bombeiros chegam até essas regiões fora da zona urbana, muita coisa já foi destruída”, explicou o superintendente.

    O prejuízo provocado anualmente pelas queimadas é enorme e vai desde o meio ambiente à saúde dos moradores da região e até da zona urbana Palmas, isso sem falar na questão financeira. O fazendeiro Fenelon Barbosa já teve de correr para apagar o fogo que atingia sua propriedade por inúmeras vezes. “Já passamos por muitas situações graves, teve vezes que eu cheguei aqui e minha esposa estava tentando impedir o fogo de chegar na casa, o perigo é muito grande. Já ficamos sem pasto para os animais e, às vezes, perdemos até animais que morrem queimados nesses incêndios”, contou o morador.
    ©DIVULGAÇÃO 
    ©DIVULGAÇÃO 

    ASSECOM


    Imprimir