Palmas (TO),

  • LEIA TAMBÉM

    05/07/2019

    Logo após crime, Polícia Civil prende suspeito de matar ex-esposa no interior do Estado

    Feminicida fugiu, mas foi preso menos de duas horas depois do delito em Bom Jesus do Tocantins

    ©Delegacia de Polícia Civil de Pedro Afonso 
    Policiais Civis plantonistas em Pedro Afonso, coordenados pela delegada Jeannie Daier de Andrade, efetuaram, no final da tarde desta sexta-feira (5), em Bom Jesus do Tocantins, a prisão de um indivíduo de iniciais C.R.B.F, de 33 anos. Ele é o principal suspeito de assassinar sua ex-companheira, Samara de Almeida Lima, de 35 anos, com um tiro de espingarda, por volta das 16h, na residência da vítima, em Bom Jesus do Tocantins.

    De acordo com a delegada Jeannie, o casal viveu junto por mais de cinco anos, porém havia se separado há três semanas. Inconformado, o autor foi até a residência da vítima, por volta das 14h e pegou uma espingarda que ficava embaixo da cama. Horas mais tarde, o ex-marido retornou em uma motocicleta e, enquanto a vítima conversava com uma vizinha, encostou a espingarda contra o peito dela e disparou.

    Ferida, a vítima caiu e, enquanto era ajudada pelos filhos, o autor ainda sacou uma faca e tentou golpea-lá, sendo impedido por eles. O autor fugiu deixando a espingarda e a moto no local. A vítima foi socorrida até o Hospital de Pedro Afonso, mas faleceu no caminho da Unidade Hospitalar.

    Logo após tomar conhecimento do fato, uma equipe de policiais civis da cidade de Pedro Afonso chegou ao local do crime pouco tempo depois. Após diligências investigativas, os policiais descobriram o paradeiro do autor e se deslocaram imediatamente para prendê-lo.

    O indivíduo foi encontrado escondido em um barracão de lona, nos fundos do lote de uma residência. Ao ser abordado, C.R.B.F não resistiu à prisão e foi conduzido até a Central de Atendimento de Pedro Afonso, onde a autoridade policial lavrou seu auto de prisão em flagrante.

    Logo após a realização dos procedimentos legais cabíveis, o homem foi encaminhado à Casa de Prisão Provisória de Guaraí, onde permanecerá à disposição do Poder Judiciário.

    Sugestão de legenda: Suspeito de matar ex-companheira é preso pela Polícia Civil, menos de duas horas após o crime 

    Por: Rogério de Oliveira/Governo do Tocantins

    Imprimir