Palmas (TO),

  • LEIA TAMBÉM

    02/08/2019

    Governadores de sete estados da região da Amazônia Legal, chegam ao Tocantins para assinatura de Carta de Consórcio

    Carta foi elaborada mediante discussões das equipes de secretários dos noves estados para diagnosticar a realidade comum da região

    Governadores e representantes do estados que compõem o consórcio do Amazônia Legal chegam à Palmas para assinatura da Carta de Consórcio ©Esequias Araújo
    Governadores de sete estados chegam à capital na manhã desta sexta-feira, 2, para assinatura do Contrato de Consórcio “Carta de Palmas” elaborada durante o 18º Forum da Amazônia Legal. A carta são ações comuns às nove regiões da Amazônia Legal, onde os governantes passam a atuar em bloco nas negociações para captação de recursos e financiamentos para as regiões participantes junto a organismos financeiros nacionais e internacionais.

    Os governadores do estado do Pará, Helder Barbalho; Mato Grosso, Mauro Mendes; Amapá, Waldez Goés; Amazonas, Wilson Miranda; Rondônia, Marcos Rocha; Maranhão, Flávio Dino e representantes do estado de Roraima e Acre, foram recebidos no Palácio Araguaia pelo governador do Tocantins, Mauro Carlesse para reunião e apresentação da carta elaborada por seus secretariados.

    A carta foi elaborada durante discussões setorizadas dos secretários de cada estado com objetivo de diagnosticar a realidade especifica da região da Amazônia legal, propondo ações articuladas que venham a atender as especificidades de todas as áreas reunidas.

    As ações que serão deliberadas pelos governadores tem por finalidade melhorar a gestão de cada estado e fomentar o desenvolvimento econômico e sustentável. As vantagens e os benefícios deste Consórcio podem trazer para o Tocantins a oportunidade de aumentar a captação e a prospecção de recursos e projetos, fazer compras compartilhadas, nos quais podem haver reduções de valores de medicamentos e insumos, levando em conta os dados brasileiros que mostram redução de 30% do valor de medicamentos e insumos por meio da compra compartilhada.

    Amazônia Legal

    O governo brasileiro atribuiu o nome Amazônia legal à área da Floresta Amazônica que abrange os estados do Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Rondônia, Roraima e parte dos estados do Tocantins. Mato Grosso e Maranhão em uma área correspondente à 5.217.423 Km2, cerca de 61% do estado brasileiro.

    Por: Melânia Kássia/ Governo do Tocantins.


    Imprimir