Palmas (TO),

  • LEIA TAMBÉM

    05/09/2019

    MIRACEMA| Prefeitura realiza IX Conferência Municipal Democrática de Assistência Social

    ©DIVULGAÇÃO
    Aconteceu, na manhã desta quinta-feira, 5, no auditório da Universidade Federal do Tocantins (UFT), no campus de Miracema, a IX Conferência Municipal Democrática de Assistência Social, com o tema Direito do Povo com Financiamento Público e Participação Social.

    Estiveram presentes a secretária municipal de Assistência Social, Laynnara Milhomem; a secretária adjunta da mesma pasta, Régila Melo; a presidente interina do Conselho Municipal de Assistência Social de Miracema, Marlena da Silva Alcântara; o vereador Branquinho do Araras; e representando o diretor do campus de Miracema, André Luiz Augusto da Silva, o professor mestre Raí Vieira Soares da disciplina de Políticas públicas e Estágio do curso de Serviço Social e também palestrante da conferência.
    ©DIVULGAÇÃO
    Uma apresentação musical com o tema Autoridade e poder, com os alunos do Projeto de Integração Social Dom João José Burke, da Associação Ação Social Jesus de Nazaré, regida pelo professor de música, Patrício Alves, abriu os trabalhos da manhã. Em seguida, o educador físico, Bernardo Klepa, fez a leitura e conduziu a aprovação do regimento da conferência.

    De acordo com o palestrante, mestre em Serviço Social, Trabalho e Questão Social, Raí Vieira, “a conferência é um momento de reflexão importante, em que há espaço para questionamentos, detecção de problemas e o surgimento de ofertas que possibilitem políticas públicas e de assistência mais eficazes em benefício e fortalecimento do tripé, saúde, assistência social e previdência social, como dever do Estado e direito do Cidadão, baseado nas conquistas e seguridade social da Constituição Federal de 1988”.

    Após a palestra, os mais de 120 participantes foram divididos em grupos para trabalharem diferentes temáticas, distribuídas em eixos: eixo I, Assistência Social como direito do povo; eixo II, Financiamento Público; eixo III, Participação Social. Os profissionais da área atuaram como facilitadores que conduziram o debate e elaboraram as propostas.

    A secretária Municipal de Assistência Social, Laynnara Milhomem, incentivou os participantes a serem sensíveis e ao mesmo tempo terem olhar crítico e se dedicarem na construção de propostas que visam melhorar as ações das políticas públicas, usando a gestão participativa como ferramenta importante da democracia.

    Para a acadêmica de Serviço Social, Diana da Silva Coelho, de 24 anos, “a conferência é de suma importância pelo fato de ser o momento de discutir sobre as políticas de assistência do nosso município. Essa é a hora de debater sobre as políticas sociais públicas, que são expressões tanto do dever do Estado como do direito do Cidadão para, assim, fortalecer as ações coletivas na Assistência social.
    ©DIVULGAÇÃO
    Por: Juliana Carneiro


    Imprimir