Palmas (TO),

  • LEIA TAMBÉM

    07/09/2019

    Suspeito de matar vendedora a golpes de canivete é preso no sul do Tocantins

    Segundo a Polícia Civil, ele tem várias passagens pela polícia e foi preso em Gurupi. Jaqueline Rodrigues foi encontrada morta no banheiro da loja onde trabalha em Peixe.

    Suspeito de matar vendedora é preso em Gurupi — Foto: Divulgação/Central de Atendimento da PC em Gurupi
    O principal suspeito de assassinar a golpes de canivete a vendedora Jaqueline Rodrigues de Quadros, de 19 anos, foi preso na noite desta sexta-feira (6). O homem tem 41 anos e foi identificado apenas pelas iniciais M.L.A. O crime aconteceu em Peixe, sul do Tocantins, na última quinta-feira (5). A vítima foi encontrada amordaçada e amarrada no banheiro de uma loja de roupas onde trabalhava.

    Segundo a Secretaria de Segurança Pública, o homem mora em Gurupi e foi encontrado nesta cidade enquanto andava em uma das avenidas do centro. Ele foi conduzido até a Central de Atendimento da Polícia Civil e preso em flagrante por homicídio triplamente qualificado.
    Divulgação / Sou de Palmas
    A polícia informou que ele tem várias passagens e já cumpriu pena por tráfico de drogas. O suspeito foi encaminhado para a Casa de Prisão Provisória de Gurupi. 

    A SSP informou que a prisão aconteceu após uma força-tarefa montada pelos policiais de Peixe e Gurupi. Segundo o delegado João Paulo de Souza, titular da Delegacia de Peixe e responsável pelo caso, após o crime os agentes passaram a ouvir possíveis testemunhas e descobriram que um homem conduzindo uma motocicleta de cor vermelha, havia passado várias vezes em frente ao local de trabalho da vítima, e que, inclusive havia entrado ao local, fingindo interesse em comprar algumas peças de roupas.

    Esse homem aparece em imagens de câmeras de segurança. Ele estava usando luvas brancas. No vídeo é possível ver que ele chega à loja onde a vítima trabalhava e momentos depois deixa o estabelecimento em alta velocidade.
    Jaqueline foi assassinada em Peixe — Foto: Divulgação
    Jaqueline tinha cortes feitos por um canivete na barriga e em uma das axilas, assim como um corte profundo no pescoço. A jovem tinha 19 anos, era casada e teve o primeiro filho há cerca de três meses.

    O enterro do corpo da vítima aconteceu na tarde desta sexta-feira (6).

    Por G1 Tocantins


    Imprimir