Palmas (TO),

  • LEIA TAMBÉM

    11/10/2019

    Governador Mauro Carlesse lança plantio da safra 2019/2020 e destaca investimentos do agronegócio no Tocantins

    Safra 2018/2019 deve alcançar 4,8 milhões de toneladas, valor 6% superior ao da safra anterior

    Governador Mauro Carlesse lança oficialmente o plantio da safra 2019/2020 no Estado ©Frederick Borges
    Com a expectativa de crescimento de 5% com relação a safra anterior, de 4,8 milhões de toneladas de grãos, o governador do Estado do Tocantins, Mauro Carlesse, lançou oficialmente nesta sexta-feira, 11, o plantio da safra 2019/2020 no Estado. O evento, promovido pelo Governo do Estado com apoio da Associação dos Produtores de Soja do Tocantins (Aprosoja), Federação da Agricultura e Pecuária do Tocantins e Grupo Gorgen, foi realizado na Fazenda Tarumã, localizada próximo ao Distrito de Buritirana.

    A programação contou também com palestras sobre temas de interesse no segmento do agronegócio e comuns aos produtores de todo o País, como a ferrugem asiática, tendências do mercado de grãos para safra 2019/2020, cadastro ambiental rural (CAR) e o panorama do mercado de grãos para safra 2019/2020.

    ©Frederick Borges
    O governador Mauro Carlesse explicou as dificuldades iniciais em virtude da falta de crédito do Estado e o esforço da gestão para buscar o equilíbrio e enquadrar o Estado na Lei de Responsabilidade Fiscal. "As medidas foram traumáticas, mas necessárias para ajustar o Estado e realizar as obras estruturais para a população e, automaticamente para o nosso produtor. Esse Governo é parceiro do produtor e reconhece a importância do agronegócio para o Tocantins", ressaltou.

    César Halum, titular da pasta da Agricultura, Pecuária e Aquicultura (Seagro), frisou que o evento que marcou o início do plantio de grãos no Tocantins, mostrou a atenção dispensada pelo Governo do Estado para com os produtores rurais tocantinenses. “A cada ano o Tocantins vem aumentando a sua área de plantio de grãos, especificamente da soja, o carro chefe, e o milho, que foi um grande diferencial na balança comercial de exportação em 2019. Nosso objetivo principal é aumentar o plantio de grãos, para que se viabilize a industrialização do Estado, principalmente o milho, porque vai permitir o crescimento da avicultura e a suinucultura. Só assim vamos deixar de exportar grãos e passar a processá-los aqui no Tocantins, agregando valor ao produto”, explicou. 

    O evento foi realizado na Fazenda Tarumã, localizada próximo ao Distrito de Buritirana ©Frederick Borges
    César Halum destacou ainda a necessidade de juros mais baixos ao produtor para incrementar a produção. "Precisamos de crédito com juros acessíveis e é isso que fomos buscar em Dubai recentemente. Enquanto aqui é concedido a 10% de juros eles estão dispostos a vir emprestando a 3%", sustentou o Secretário.

    O presidente do Grupo Gorgen e proprietário da Fazenda Tarumã, Cláudio Gorgen, disse que a presença do Governador no evento foi oportuna, porque evidencia que o Governo apóia o agronegócio."A sua presença nos dá a certeza que o Governo do Estado estará sempre do nosso lado, melhorando a logística para facilitar o escoamento da produção". O presidente da Associação dos Produtores de Soja do Tocantins(Aprosoja), Maurício Buffon também destacou a presença do Governador e a vocação do Tocantins para a produção de soja, milho e arroz.

    Produção

    A safra 2018/2019 deve alcançar 4,8 milhões de toneladas, valor 6% superior ao da safra anterior. A soja continua sendo destaque, com produção estimada em mais 2,9 milhões de toneladas, seguida do milho que esse ano vai ultrapassar 1,1 milhões de toneladas, com grande destaque na segunda safra que tem produção prevista para mais de 990 mil toneladas, 86% superior em relação à safra passada.

    Os dados são do 12° levantamento da Safra de grãos 2018/2019, divulgado pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

    Produtividade

    O milho, segunda cultura em destaque no estado do Tocantins, teve um aumento significativo em relação à produtividade, na segunda safra, com previsão de saltar de 3.374 para 4.917 quilos por hectare, em média, sendo 45,7% a mais que a safra anterior, grande parte em função das condições climáticas que vêm proporcionando a antecipação dos plantios da soja em relação ao ano anterior.

    O evento contou ainda com a presença do presidente da Assembleia Legislativa, Antônio Andrade; do chefe geral da Embrapa no Estado, Alexandre Aires; do superintendente da Agricultura no Tocantins, Rodrigo Guerra e produtores rurais.

    Por: Jarbas Coutinho


    Imprimir