Palmas (TO),

  • LEIA TAMBÉM

    23/11/2019

    Encontro de Mulheres do Agronegócio mobiliza cerca de 160 empreendedoras na Região do Bico

    Evento realizado pelo Sebrae e parceiros aconteceu em Augustinópolis neste sábado, 23. 

    ©Yago Modesto
    Evidenciar o protagonismo feminino no agronegócio, bem como debater e trazer novidades para incentivar o empreendedorismo das mulheres no setor foi o objetivo do 1º Encontro de Mulheres do Agronegócio da Região do Bico do Papagaio. O evento, realizado pelo Sebrae e parceiros, aconteceu neste sábado, 23, e recebeu cerca de 160 participantes, em Augustinópolis.

    Durante a manhã ocorreram as palestras temáticas, iniciadas pelo consultor do Sebrae, Eurípedes Ribeiro com o tema “Como vender para o Governo com produtos do campo”, a instrutora do SENAR, Geiciane Batista, falando sobre “A importância da mulher no agronegócio brasileiro”, e, ao fim, com a senadora Kátia Abreu. Durante sua palestra “Da dor ao sucesso - uma trajetória de vida no agronegócio, na política e na vida social”, a senadora deu um depoimento de superação e incentivo empreendedor às participantes do encontro.
    ©Yago Modesto
    “Ter foco e obstinação é a dica que eu dou para vocês. Foi assim nos caminhos que eu trilhe e tive sucesso. E pra mulher a obstinação deve ser mais intensa, pelas dificuldades e cobranças que são maiores, porque pra nós, tudo é mais difícil nesse ramo, mas não é impossível”, destacou a senadora. 

    Na programação da tarde, foi aberta a mesa redonda com a participação de mulheres “casos de sucesso”, que empreenderam no agronegócio e hoje são grandes empresárias do ramo no Bico. Uma delas, Gisele Mota, proprietária do Laticínio Carinho, de Augustinópolis, agradeceu ao Sebrae pelo encontro, por acreditar que eventos assim despertam possibilidades para empreendedorismo feminino.

    “Meu primeiro contato com o Sebrae foi com o Empretec, um divisor de águas para mim e para meu laticínio. Acredito na importância do Encontro para ajudar outras mulheres a enxergarem no agronegócio uma possibilidade de empreender. De ser empresárias, sair do bastidor administrativo e, como eu, estar à frente de um grande negócio”, comentou a empresária.

    Para a gerente do Sebrae em Araguatins, Odeane Milhomem, o evento teve resultados acima do esperado. “Priorizamos neste encontro debates que trataram sobre importância feminina para um avanço inovador, rentável, sustentável e ético no agronegócio, com foco em seu papel para o setor no brasileiro no Bico do Papagaio. Elas saíram mais otimistas em relação às possibilidades de empreender na Região” afirmou.

    O 1º Encontro de Mulheres do Agronegócio da Região do Bico do Papagaio foi realizado pelo Sebrae Tocantins, em parceria com Sistema FAET/SENAR, Sindicato Rural de Augustinópolis e Prefeitura Municipal de Augustinópolis. (Assessora de Imprensa do Sebrae Tocantins)

    ASSECOM

    Imprimir