Palmas (TO),

  • LEIA TAMBÉM

    05/11/2019

    Semus recepciona jovens aprendizes que atuarão na rede municipal de saúde da Capital

    ©RAÍZA MILHOMEM 
    A oportunidade do primeiro emprego chegou na manhã desta terça-feira, 05, para 28 jovens da Rede Aprendizagem, Promoção Social e Integração (Renapsi) que, a partir desta quarta, 06, começam a atuar na Rede Municipal de Saúde de Palmas. Eles foram recepcionados pelo secretário de Saúde, Daniel Borini, e a equipe técnica da Semus. À tarde, acontece a recepção de mais 57 jovens, e na semana que vem mais 12.

    O secretário deu as boas vindas aos jovens e pediu empenho, principalmente, àqueles que irão atuar nos centros de Saúde da Comunidade (CSCs). “Eu peço que olhem com carinho para os nossos usuários. Normalmente eles chegam na unidade no momento mais difícil da vida deles. Ele precisa ser ouvido e tratado com carinho porque assim fica mais fácil esse relacionamento e também de resolver o problema do usuário”, pontuou Borini.

    A superintendente de Atenção Primária e Vigilância em Saúde (Supavs/Semus), Gilian Barbosa, complementou “não existe tecnologia ou aplicativo que substitua o ser humano. Temos que ter empatia, nos colocar no lugar do outro, escutar e acolher”.

    A gerente de Recursos Humanos da Semus, Polyana Marconi, fez uma apresentação de toda a estrutura da Secretaria e lembrou as atribuições dos jovens: atender aos usuários, auxiliar a coordenação dos serviços de saúde, auxiliar os profissionais das unidades no que necessitarem, auxiliar atividades administrativas e auxiliar no manuseio dos sistemas de informação. “Aproveitem a oportunidade para aprender, para desenvolver habilidades e conhecimento. Porque o conhecimento a gente leva conosco e ninguém tira da gente”, ressaltou.

    ©RAÍZA MILHOMEM
    A jovem Lívia Diniz, 16 anos, vai atuar no CSC da Arse 131 (1304 Sul). “Quando me falaram que ia para uma unidade de saúde fiquei muito feliz porque eu gosto de lidar com pessoas, de ajudar. Espero aprender muita coisa nova para que a equipe olhe para mim como alguém que tem muito a contribuir. Que gostem do meu trabalho”, disse.

    Carlos Henrique Nogueira, 18 anos, que vai atuar no CSC Laurides Milhomem (Jardim Aureny III), estava há algum tempo procurando uma oportunidade de trabalho. “Quero chegar lá e dá o meu melhor, ajudar no que for possível”, afirmou.

    De acordo com a instrutora do Renapsi, Julina Amorim, a Rede Municipal de Saúde irá receber 97 jovens aprendizes no total que atuarão na rede pelo período de um ano e quatro meses. “Esses jovens vão atuar nos estabelecimentos de saúde e uma vez por semana terão aulas teóricas no Renapsi, reforçando sempre a questão do acolhimento humanizado, rotinas administrativas e ética no ambiente de trabalho”, finalizou.

    Do total de 97 jovens, 57 irão atuar nos CSCs, 27 serão distribuídos entre o Ambulatório Municipal de Atenção à Saúde Dr Eduardo Medrado e Unidades de Pronto Atendimento Norte e Sul e os demais nos serviços administrativos da Semus.

    ©RAÍZA MILHOMEM

    SECOM/Semus


    Imprimir