Palmas (TO),

  • LEIA TAMBÉM

    02/12/2019

    César Halum recebe Comenda Semear

    A comenda é concedida pela Federação Tocantinense das Associações Rurais do Tocantins (Faerto) para autoridades e técnicos. 

    Halum recebe homenagem
    Na última sexta-feira, 29, o Secretário da Agricultura, Pecuária e Aquicultura do Tocantins, César Halum, foi homenageado com a Comenda Semear 2019. A comenda é concedida pela Federação Tocantinense das Associações Rurais do Tocantins (Faerto) para autoridades e técnicos com relevantes serviços prestados à agricultura familiar e ao agronegócio tocantinense. As homenagens foram realizadas no auditório do IFTO, na Capital, e contou com aproximadamente 200 pessoas entre amigos e parentes dos homenageados, convidados especiais e os homenageados.
    Discurso César Halum
    “Me sinto honrado e feliz. Essa homenagem partiu dos pequenos agricultores, que eu prefiro chamar de pequenos proprietários”, disse o secretário César durante a solenidade. Ele reforçou que os agricultores são extremamente importantes para desenvolver uma atividade que é a base da economia do Tocantins e que alimenta a população. “É uma honra receber a homenagem e só nos estimula a trabalhar com mais determinação e firmeza para desenvolver programas que procurem consolidar as suas atividades econômicas”, complementou ele.
    Abertura da Solenidade
    O presidente da Faerto, Marcino Pereira Lima, destacou que os homenageados foram escolhidos por meio de pesquisa realizada com mil e duzentos agricultores e produtores rurais da agricultura familiar no Estado. “A Comenda é uma forma da instituição que dirige homenagear autoridades, técnicos e instituições que se destacaram durante o ano, nos serviços de engrandecimento social e econômico dos pequenos agricultores familiares. É o reconhecimento pelo trabalho, carinho, atenção e dedicação desses profissionais aos produtores da agricultura familiar tocantinense”, avaliou.

    Em sua terceira edição, foram homenageados seis associações, três produtores rurais, cinco técnicos, três instituições e duas autoridades.

    Por: Raquel Oliveira/ Governo do Tocantins


    Imprimir