Palmas (TO),

  • LEIA TAMBÉM

    14/12/2019

    MIRACEMA| Durante evento natalino, prefeito Saulo Milhomem anuncia retomada das obras da Creche do Setor Mustafá Bucar

    ©DIVULGAÇÃO 
    Depois de um dia muito festivo para a gestão municipal, após a inauguração do Residencial Santa Rosa I e II, na manhã dessa sexta-feira,13, onde o prefeito Saulo Milhomem entregou 100 casas a 100 famílias Miracemenses, a noite ainda reservava grandes surpresas.

    Durante evento natalino, em que o gestor entregou a revitalização da Praça Derocy Morais e lançou a decoração natalina 2019, nunca vista antes no município, ele ainda deu aos miracemenses a excelente notícia da liberação do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) para a retomada da obra da creche do setor Mustafá Bucar, embargadas há quase 8 anos, o que impedia o município de receber recursos federais durante todo este tempo. O próximo passo será iniciar o processo de licitação e retomar a obra o mais rápido possível.
    ©DIVULGAÇÃO
    O prefeito Saulo Milhomem, bastante emocionado, relembrou-se do ex-prefeito Moisés Costa e ressaltou que esta sempre foi uma demanda da gestão municipal e que após muito empenho de ambos, deu certo. Na frente dos munícipes, ele assinou o novo termo de repactuação com o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), intermediado pela deputada Federal, Professora Dorinha Seabra, a qual ele agradeceu por todo o apoio na resolução desta causa.

    “A creche tem sido o sonho de muitos pais e esperada com grande expectativa, pois atenderá a centenas de crianças, com certeza uma grande conquista da gestão municipal, frisou a secretária municipal de Educação”, Fernanda Fialho.

    Entenda

    Em viagem à Brasília, no mês de abril, o prefeito de Miracema do Tocantins Saulo Milhomem solicitou ao Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), nova pactuação para formalização de novo Termo de Compromisso, o qual tem por objetivo a retomada das obras da Creche Mustafá Bucar. A obra foi embargada em 2013 devido à identificação de uma descompatibilidade entre o projeto e a medição da construção, gerando assim, a negativação da Prefeitura junto ao órgão.

    A solicitação da Prefeitura foi deferida pelo FNDE, contudo, para dar continuidade, foi solicitada uma vistoria na obra, para posterior elaboração de Parecer Técnico de Execução Física Parcial de Objeto Financiado, o que possibilitará a pactuação do novo Termo de Compromisso, que contará também com a complementação de recursos pelo município.
    ©DIVULGAÇÃO

    Por Juliana Carneiro


    Imprimir