Palmas (TO),

  • LEIA TAMBÉM

    02/12/2019

    Universitários de Palmas visitam Estações de Tratamento de Esgoto da BRK Ambiental

    As visitas com estudantes de Engenharia do Instituto Federal do Tocantins (IFTO), devem ocorrer até a próxima terça (03)

    ©DIVULGAÇÃO
    Os estudantes do curso de Engenharia Civil do Instituto Federal do Tocantins (IFTO), visitaram nesta segunda-feira, as Estações de Tratamento de Esgoto (ETEs), Norte e Sul, da BRK Ambiental em Palmas. A proposta das visitações é apresentar os processos de tratamento na capital. Mostrar como todo esgoto bruto chega às estações, como funcionam as etapas de tratamento e como os efluentes são devolvidos à natureza.

    A visita foi guiada pela engenheira da BRK Ambiental, Ilana Noronha, que contou sobre a importância do tratamento. "É muito importante mostrar para os estudantes que o processo de tratamento ocorre em diversas etapas. Primeiro é feita a remoção dos resíduos sólidos e areia, em seguida os reatores UASB realizam a remoção da matéria orgânica. O efluente também passa por outros reatores, como o de Lodo Ativado, até irem para os decantadores, que tratam todo o efluente até eles serem devolvidos à natureza", explica a engenheira.

    É importante ressaltar que no Tocantins, todo Esgoto coletado é 100% tratado antes de ser devolvido à natureza. A professora do curso de engenharia civil, Adriana Monteiro, explica que sempre que possível, busca levar os acadêmicos para conhecerem as estações. "É uma etapa importante no aprendizado dos estudantes, porque isso dimensiona tudo que é mostrado na sala de aula e nos livros. Acredito que a visita atendeu as expectativas, os estudantes conseguiram visualizar de perto os processos de tratamento", conta Adriana.

    A estudante Camilla Caldeira disse que gostou da experiência de visitação. "Achei tudo bem explicativo, dentro da realidade que vimos em sala de aula. Foi tudo muito bem orientado e instruído, desde a hora em que chegamos. Gostei muito quando explicaram sobre os processos de tratamento e mencionaram o uso nos próximos anos da tecnologia NEREDA, isso me chamou bastante atenção", conta Camilla. A BRK Ambiental irá implantar em Palmas um processo desenvolvido na Holanda, o sistema NEREDA, que garante economia de energia elétrica e menor emissão de odores no tratamento de esgoto.

    A engenheira responsável pelas operações da BRK Ambiental em Palmas, Sandra Leal, conta que a parceria com as universidades locais é importante. "As estações de tratamento da BRK Ambiental estão de portas abertas para que toda população possa conhecer as etapas de tratamento e todo trabalho que as nossas equipes realizam. No ano de 2019, recebemos cerca de 880 visitas nas estações, queremos que esse número aumente, pois é muito importante que todos conheçam de perto a atuação da concessionária em Palmas", diz Sandra.

    Amanhã (03), os estudantes do curso de Engenharia Civil do Instituto Federal do Tocantins (IFTO), irão visitar a principal estação de tratamento de água de Palmas. Para solicitar uma visitação às estações de tratamento da BRK Ambiental basta enviar um e-mail para portasabertasto@brkambiental.com.br ou telefonar para (63) 3218-6626.

    ASSECOM


    Imprimir