Palmas (TO),

  • LEIA TAMBÉM

    08/01/2020

    Documentos de veículos serão emitidos de forma digital no Tocantins a partir de 2020

    Certificado de Registro e Licenciamento de Veículos (CRLV) e Carteira de Habilitação serão impressos apenas se usuários exigirem. Mudança deve acontecer até o meio do ano.

    Carros em avenida de Palmas durante horário de pico — Foto: Reprodução/TV Anhanguera
    O Departamento Estadual de Trânsito (Detran) informou nesta quarta-feira (8) que a partir de 2020 a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículos (CRLV) serão entregues em formato digital. Os documentos serão impressos apenas se o usuário solicitar.

    A Carteira de Habilitação (CNH) já pode ser feita no formato digital em todo país, mas segundo o Detran Tocantins o documento virtual agora será prioridade no estado.

    "O condutor sairá de qualquer posto de atendimento do Detran com a CNHe em mãos, assim que finalizar o processo. Ressaltamos que o documento digital prioritário valerá em 2020 para a CNHe e para o CRLVe. O documento será impresso somente se exigido pelo condutor", informou o departamento.

    As mudanças devem acontecer ainda no primeiro semestres de 2020, segundo a Secretaria de Comunicação do Estado.

    Outros anúncios

    Ainda conforme o Departamento de Trânsito, outras medidas serão implantadas durante o ano para melhorar o atendimento do órgão.

    Entre as novidades está a possibilidade de parcelar as dívidas ativas do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA), Licenciamento e Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Vias Terrestres (DPVAT). A data de início deste parcelamento não foi informada.

    Veja outros núncios feitos pelo Detran:

    • Reformas da sede do Detran, nas Ciretrans e nos postos de atendimento;
    • Será lançado o aplicativo “Detran na Palma da Mão, que busca melhorar a experiência dos usuários;
    • Mudanças no site do Detran para ficar mais dinâmico e interativo;
    • Implantação da placa Mercosul no início de 2020;
    • Realização de processo seletivo para a banca examinadora;
    • Fiscalização educativa nos 139 municípios.

    Por G1 Tocantins


    Imprimir