Palmas (TO),

  • LEIA TAMBÉM

    21/02/2020

    CAPITAL| Carnaval em Palmas impulsiona comércio e estimula a cultura da maior festa popular do País

    Cênicas Comunicação - Especial para Prefeitura de Palmas

    ©DIVULGAÇÃO
    Se para a maioria dos brasileiros o Carnaval é conhecido como um feriado de folia, brilho, samba, fantasias chamativas e até descanso, para outros a maior festa popular do País ganha outro significado: fonte de renda. Foi com esse olhar que a funcionária pública Sâmia Maria Carvalho de Macedo apostou na data, tirou férias do serviço e viu neste mês uma oportunidade para faturar uma grana extra.

    Artesã nas horas vagas, ela conta que este é o terceiro carnaval que confecciona tiaras personalizadas. “Tudo começou quando minhas filhas pediram para eu fazer diademas de unicórnio para o Carnaval, isso há dois anos. Daí as amigas viram, gostaram, pediram pra eu fazer também para elas, então a partir desse momento eu resolvi ganhar dinheiro com minha arte e o Carnaval passou a ser o meu foco enquanto empreendedora”.

    Sâmia diz que no ano passado conseguiu vender 80 tiaras e agora, em 2020, espera que as vendas do produto, que custa de R$ 25 a R$ 100, cresçam 20%. “Hoje vendo muito mais as personalizadas. Confecciono tiaras específicas de acordo com a necessidade do cliente. Temos as tiaras da modinha, que é com nome, letras de músicas, filmes...Depende da criatividade”

    Neste ano com o investimento dos carnavais de rua que ocorrem em Palmas e no distrito de Taquaruçu, ela espera faturar em torno de R$ 2 mil líquido com as tiaras. “Fico feliz com a ideia do Carnaval ser resgatado em nossa cidade, só assim podemos ganhar um dinheiro extra. Realmente estou apostando na data”.

    Além do segmento criativo, quem também está lucrando com o Carnaval de Palmas é a rede de hotelaria de Taquaruçu. As pousadas do distrito estão sem vagas e já com o olho antecipado neste final de semana, que é comemorada a Festa de Momo. Segundo a empresária e empreendedora Raquel Oliveira de Souza, desde o dia 10 de janeiro todos os quartos de sua pousada já estavam reservados para o Carnaval.

    “Na verdade eu esperava essa movimentação, porque em 2019 tivemos muita procura e como o distrito está mais conhecido pelos palmenses e por pessoas dos municípios próximos à Capital, esperávamos uma movimentação maior. Mesmo depois de todos os espaços locados estamos recebendo ligações e mensagens de várias pessoas, mas não temos mais vagas”.

    A diária no hotel custa R$ 250,00 para duas pessoas. “O nosso diferencial é que cada chalé conta com cozinha gourmet com geladeira, fogão, churrasqueira, louças. O hóspede pode optar por fazer a comida de sua preferência ou pedir algum dos pratos do nosso cardápio de comidinhas regionais”.

    Raquel diz que está otimista com o Carnaval no pé da serra, tanto porque impulsiona seu negócio, quanto por ser também um momento de celebrar a cultura de diversas formas. “O Carnaval é uma festa que reúne todos os públicos e o distrito de Taquaruçu é um local aconchegante, que atrai dois tipos de pessoas: os que procuram shows, festa e etc e os que preferem o sossego e contato com a natureza.

    “Então é fundamental que o poder público e a iniciativa privada se unam e organizem para que, a cada ano, a festa do Rei Momo tenha um brilho diferente, movimentando pousadas, restaurantes, supermercados e áreas de camping”, avalia.

    Titular da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Emprego (Sedem), Adriana Almeida, comenta que a perspectiva dos carnavais de Palmas: Capital da Fé, Carnaval do Amor e Carnaval de Taquaruçu, aqueça o comércio local em cerca de 10%. “Além disso, dentro dos eventos estamos fazendo uma geração de emprego direto de 500 postos de trabalho. Indiretamente a gente entende que é praticamente o dobro de postos de trabalho na área da movimentação, organização. A gente sente que os eventos dentro da cidade aquecem o comércio local e esta é a nossa bandeira”, aposta.

    Organização

    Segundo Kênia Borges, do Coletivo de Eventos de Taquaruçu, que concebe o projeto carnavalesco do distrito este ano, o Carnaval de Taquaruçu, por ter mais de 25 atrações durante os cinco dias de folia, já está fomentando o comércio local. “A população e os comerciantes estão vendo esse retorno, tanto da parte hoteleira, como de alimentação e o próprio turismo. A cidade está com clima de Carnaval e toda essa festa acaba incentivando os turistas e os próprios moradores”.

    O Carnaval do Amor é realizado por voluntários do Hospital, bem como pela Associação Brasileira de Bares e Restaurantes - seccional Tocantins (Abrasel-TO), Câmara dos Dirigentes Lojistas de Palmas (CDL Palmas), Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Tocantins (Faciet-TO), com o apoio da Prefeitura de Palmas.

    Já o Carnaval do Distrito é organizado pelo Coletivo de Eventos e a Governança Turista de Taquaruçu, e tem o apoio da Prefeitura de Palmas por meio da Fundação da Infância e Juventude (FIJP), e conta com as emendas do parlamentar Major Negreiros.

    ASSECOM

    Imprimir