Palmas (TO),

  • LEIA TAMBÉM

    27/02/2020

    Ministério da Saúde atualiza critérios para doação de sangue por receio de Coronavírus

    ©DIVULGAÇÃO
    Por mais que não haja evidências de transmissão por transfusão de sangue, como mais uma forma de controle e prevenção ao Coronavírus, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e o Ministério da Saúde atualizaram os critérios de doação nos bancos de sangue brasileiros.

    A triagem clínica já incluía a verificação de dengue, chikungunya e zika e, a partir deste ano, incluiu a análise para o Covid-19 e outras variações como a Síndrome Respiratória Aguda Grave (SARS) e a Síndrome Respiratória do Oriente Médio (MERS).

    Pessoas que estiveram em regiões com casos confirmados do Covid-19 não poderão realizar doação de sangue pelo prazo de 30 dias e a contagem inicia-se a partir da data de retorno ao Brasil. O mesmo prazo vale para quem teve contato com um paciente infectado ou com suspeita da doença. Pacientes infectados, caso ocorram, só poderão realizar doações após 90 dias de recuperação completa.

    A Associação Brasileira de Hematologia, Hemoterapia e Terapia Celular (ABHH) possui fontes especializadas para tratar do assunto, caso queira desenvolver uma matéria sobre os impactos desta atualização para doadores, bancos e doentes.

    Por: Tâmara Santos


    Imprimir