Palmas (TO),

  • LEIA TAMBÉM

    02/02/2020

    PUGMIL| Dircineu Bolina vence eleição suplementar e é novo prefeito do Município

    Ele teve 53,96% dos votos válidos contra 41,81% de Nazaré Amâncio e 4,23% de Valmor. Abstenção foi de 13,48%.

    Diceu Bolina (de azul) é o novo prefeito de Pugmil ©Guilherme Lima/TV Anhanguera 

    Com 100% das urnas apurada, Dircineu Bolina (PSDB) está oficialmente eleito prefeito de Pugmil para o mandato tampão. Ele teve 53,96% dos votos válidos contra 41,81% de Nazaré Amâncio (Cidadania) e 4,23% de Valmor (PSB). A apuração da Eleição Suplementar levou menos de meia hora.

    Bolina deve ser diplomado até o dia 14 de fevereiro. Ele fica a frente da cidade até o fim do ano e pode se candidatar à reeleição em outubro, quando serão realização as eleições municipais em todo o país.

    O prefeito eleito já esteve no comando da cidade anteriormente. Quando a ex-prefeita Maria de Jesus Ribeiro da Silva Mendes e o vice-prefeito Elton Barros Coelho foram cassados, Dircineu Bolina era presidente da Câmara de Pugmil. Ele assumiu interinamente, mas foi afastado da prefeitura quando Nazaré Amâncio foi eleito chefe do legislativo. Os dois protagonizaram uma disputa na Justiça pelo cargo.

    O novo vice-prefeito é Ângelo Mário Pereira da Silva, da Coligação Muda Pugmil (MDB e PSDB). A cidade tem 1.751 eleitores aptos e a chapa de Bolina e Ângelo Mário recebeu 804 votos. A abstenção nesta eleição ficou em 13,48%. Segundo o Tribunal Regional Eleitoral, a votação foi tranquila e não houve registro de ocorrências.

    Ainda segundo o TRE, a organização do pleito custou R$ 52 mil. A cidade tem dois locais de votação. As seções 85, 101, 127 e 142 foram reunidas no Colégio Estadual Darcy Ribeiro. Já as seções 150, 152 e 153 ficarão na Escola Municipal José Batista Maciel Bastos.
    Dirceu Bolina (de azul, ao centro) comemora resultado da eleição suplementar em Pugmil ©Guilherme Lima/TV Anhanguera


    Por G1 Tocantins


    Imprimir