Palmas (TO),

  • LEIA TAMBÉM

    12/03/2020

    CIRCUIT BREAKER| Turbulências na bolsa de valores e dólar acima de R$ 5

    Especialistas do mercado financeiro estimam mais circuit breakers ainda esta semana

    ©DIVULGAÇÃO
    Nesta manhã, a suspensão das negociações na Bolsa de Valores ocorreu após uma queda de 11,65%. Na última quarta-feira, após o circuit breaker de 30 minutos, o Ibovespa, maior índice Bolsa de Valores brasileira, chegou a operar com baixa de 12%, aos 80.936,08 pontos. A queda foi potencializada após a OMS (Organização Mundial de Saúde) declarar pandemia do coronavírus. Só nesta semana, é a terceira vez que o circuit breaker é acionado, o que segundo especialistas do mercado financeiro pode acontecer novamente hoje. Com as turbulências, o dólar chegou a ultrapassar os R$ 5, uma alta maior que 6%, isso após o presidente norte-americano Donald Trump vetar viagens de estadunidenses à Europa.

    Segundo Guto Ferreira, Analista Político-Econômico da Solomon’s Brain, o circuit breaker é uma forma da Bolsa paralisar quando atinge números muito rigorosos de perdas nos negócios, até que ela volte e possa negociar as ações novamente, acalmando o mercado. “A crise no petróleo e a ausência de uma solução para o coronavírus demonstra uma preocupação global e generalizada nos mercados”, enfatizou Guto Ferreira.

    Para Daniela Casabona, Sócia-Diretora da FB Wealth, os impactos são extremamente negativos, mostrando o pânico global que o mercado se encontra. “As medidas de contenção e o fechamento das fronteiras geram ainda mais pânico, o que leva as bolsas a afundarem e uma recessão da economia”, comenta Daniela Casabona.

    Fabrizio Gueratto, Financista do Canal 1Bilhão Educação Financeira, acredita que o circuit breaker não tem sido eficaz. “Essa sequência de circuit breaker não tem surtido efeitos consideráveis, já que os mercados seguem desabando. Acredito que a pandemia ainda está começando no Brasil e longe do seu pico. Ainda teremos mais catástrofe no mercado financeiro”. Gueratto pontua que ainda esta semana, as paralisações devem acontecer mais vezes, mesmo que exijam uma queda maior. “Depois de duas paralisações só hoje, é necessário que haja uma queda de 20% ou mais para que aconteça novamente, mas não é impossível, inclusive creio que possa acontecer novamente esta semana”, finaliza o Financista do Canal 11Bilhão Educação Financeira.

    Por: GUERATTO PRESS

    Imprimir