Palmas (TO),

  • LEIA TAMBÉM

    11/03/2020

    HORÓSCOPO| Confira seu astral para esta quarta-feira (11)

    ©REPRODUÇÃO
    O ser humano é tenso

    Data estelar: Sol e Júpiter em sextil; Lua míngua em Libra

    Nós, os seres humanos, somos um reino da natureza que existe como produto de uma tensão entre as experiências concreta e abstrata do Universo e, por isso, não temos como evitar os contrastes, as diferenças e todos os conflitos que resultam desses. Ser humano é ser tenso, é uma corda esticada no Universo que precisa encontrar, com seus próprios meios, a melhor forma de harmonizar os contrastes e, quando a encontrar, descobrir que há, ainda, tensões mais sofisticadas para harmonizar. Fugir dos conflitos nunca será nunca uma boa escolha. Ainda que, às vezes, estejamos tão esgotados que não nos reste melhor alternativa do que fugir, precisamos aceitar que isso seja temporário, e não um comportamento sistemático. Nascemos humanos porque somos a oportunidade de o Universo resolver criativamente os conflitos e tensões.

    ÁRIES (nascimento entre 21/3 a 20/4)

    Quando a alma desconfia, tudo que acontece é motivo de suspeita. Porém, talvez a desconfiança seja o verdadeiro motivo das suspeitas, e não o que acontece de fato. É hora de usar o discernimento para evitar fantasias.
    Continua depois da publicidade

    TOURO (nascimento entre 21/4 a 20/5)

    Ainda que você se convença de que já deu tudo de si, mesmo assim procure dar mais, oferecer seu melhor do melhor a todo momento, se dedicando com afinco e boa vontade a solucionar cada perrengue que acontecer.

    GÊMEOS (nascimento entre 21/5 a 20/6)

    Há coisas que são difíceis de fazer, porém, estão na pauta e não podem nem devem ser evitadas, ou proteladas. É hora de se esforçar um pouco mais que de costume, mesmo que a contragosto. Tudo em nome de avançar.

    CÂNCER (nascimento entre 21/6 a 21/7)

    É difícil continuar lutando para consolidar seus interesses e, ao mesmo tempo, se lançar a novas aventuras. Porém, esse é o cenário atual e, por isso, valerá a pena tentar equilibrar esse jogo com boa vontade.

    LEÃO (nascimento entre 22/7 a 22/8)

    Nada se soluciona conversando, mas na prática. Porém, há conversas que precisam acontecer, para que o esclarecimento alivie as dúvidas e impeça o avanço dos dilemas. Só não vale ficar apenas na conversa, evite isso.

    VIRGEM (nascimento entre 23/8 a 22/9)

    Salvaguarde seus interesses, porém, evite que isso interfira no necessário ajuste dos relacionamentos, onde os interesses são compartilhados. Há de haver um equilíbrio para que caibam todos os interesses.

    LIBRA (nascimento entre 23/9 a 22/10)

    Tome as iniciativas pertinentes para manter a ordem e impedir que as coisas saiam de seu controle. Mesmo que isso faça você parecer uma pessoa chata, ainda assim siga por essa linha, que trará resultados satisfatórios.

    ESCORPIÃO (nascimento entre 23/9 a 21/11)

    As segundas e terceiras intenções são mais fortes do que as intenções que ficarem evidentes para as pessoas que participam desta etapa do jogo de sua vida. Fique ciente disso e se movimente com sabedoria.

    SAGITÁRIO (nascimento entre 22/11 a 21/12)

    O assunto, neste momento, é fazer a triagem de pessoas para você ter a proximidade daqueles que lhe sejam úteis e significativas, tanto quanto a distância das outras, cujas trapalhadas precisam ser limitadas.

    CAPRICÓRNIO (nascimento entre 22/12 a 20/1)

    Nada deixe de fazer hoje, evite a procrastinação que, além de ser pouco saudável, neste momento não teria nada a ver com o que acontece, seria uma atitude viciada mesmo. Mantenha a dinâmica viva e alegre.

    AQUÁRIO (nascimento entre 21/1 a 19/2)

    A mente é fantástica, porque é capaz de viajar longe enquanto seu corpo continua no mesmo lugar. Isso não é mera fantasia, é uma capacidade ao seu dispor para ganhar conhecimento e se esclarecer sobre tudo.

    PEIXES (nascimento entre 20/2 a 20/3)

    Quando pensar que chegou ao seu limite, estique um pouco mais, porque haverá espaço para ações mais atrevidas. Este não é um momento que comporte recuo, pelo contrário, há condições para avançar com ousadia.

    Por: OSCAR QUIROGA

    Imprimir