Palmas (TO),

  • LEIA TAMBÉM

    16/03/2020

    NATIVIDADE| Prefeita diz que não pode apresentar proposta para os professores em greve por que recursos estão empenhados para combater Coronavírus

    ©DIVULGAÇÃO
    A prefeita Martinha de Natividade, disse em reunião com o Sindicato dos Trabalhadores em Educação no Estado do Tocantins (Sintet), na manhã desta segunda-feira, 16, que não tinha como apresentar uma proposta sobre as reivindicações da educação por que todos os recursos do município estão empenhados no combate ao Coronavírus.

    Na reunião, o secretário de Assuntos Municipais do Sintet, Joelson Pereira apresentou um relatório com dados técnicos sobre as finanças da educação referente ao ano de 2019. No relatório são identificados o que entrou de recurso e o que foi gasto com a folha da educação, mostrando claramente que a Prefeitura não pagou os direitos dos profissionais da educação por falta de compromisso.

    Mesmo com o pouco caso da gestão municipal, uma comissão de profissionais, junto com o Sintet apresentaram para a Prefeita, uma proposta para que as reivindicações dos direitos sejam pagas de forma parcelada até novembro. 

    A prefeita recebeu a proposta e disse que sua consultoria vai contrapor o estudo apresentado pelo Sintet. Uma nova reunião ficou marcada para a próxima sexta-feira, 20. Diante do impasse, a categoria deliberou por manter a greve que começou dia 28 de fevereiro. 


    Por: Nubia Martins

    Imprimir