Palmas (TO),

  • LEIA TAMBÉM

    27/03/2020

    PANDEMIA| Casos de coronavírus no Brasil em 27 de março

    Secretarias estaduais de Saúde contabilizam 2.989 infectados em todos os estados. Foram registradas as primeiras mortes em GO e em SC; são 77 mortos em todo Brasil.

    SP lidera número de mortes por causa da Covid-19
    As secretarias estaduais de Saúde divulgaram, até 7h40 de sexta-feira (27), 2.988 casos confirmados do novo coronavírus (Sars-Cov-2) no Brasil com 77 mortos, 58 deles em São Paulo, de acordo com a secretaria de saúde do estado.

    O Ministério da Saúde atualizou seus números na tarde desta quinta-feira, informando que o Brasil registra 2.915 casos confirmados do novo coronavírus e que já foram registradas 77 mortes - os dados ainda não foram atualizados por todas as secretarias de saúde estaduais.

    Paraíba atualizou o número de casos para sete no fim da noite de quinta-feira. Já Porto Alegre teve sua segunda morte provocada pela doença, mas ela ainda não foi contabilizada pelo governo local.

    Veja abaixo o avanço da doença nos últimos dez dias por estado:


    Abaixo, veja a evolução do número de casos confirmados e morte pelo coronavírus no Brasil ao longo dos dias:


    Bolsonaro inclui 'atividades religiosas' em lista de serviços essenciais

    O presidente Jair Bolsonaro editou um decreto que torna as atividades religiosas como parte da lista de atividades e serviços considerados essenciais em meio ao combate ao novo coronavírus. A decisão foi publicada no Diário Oficial da União desta quinta-feira e tem validade imediata, sem a necessidade de aprovação pelo Congresso.

    Ao ser considerado essencial, o serviço ou atividade fica autorizado a funcionar mesmo durante a quarentena em razão do novo vírus. Segundo o texto, o estabelecimento deverá obedecer às determinações do Ministério da Saúde.

    Na última sexta-feira (20), o governo havia tornado lei o texto que trata das medidas de enfrentamento ao novo coronavírus e listado atividades que deveriam permanecer em funcionamento, como os serviços de segurança pública e saúde.

    O funcionamento de atividades religiosas vinha sendo limitado após medidas tomadas pelos governadores como forma de evitar aglomerações e reduzir as possibilidades de contágio do coronavírus. Nas maiores cidades do país, São Paulo e Rio de Janeiro, cultos foram autorizados somente após entidades religiosas entrarem com ações na Justiça.

    Coronavírus no mundo

    O isolamento na Espanha foi prorrogado nesta quinta-feira para o dia 12 de abril em uma tentativa de conter a expansão de Covid-19, doença provocada pelo novo coronavírus. O país, o segundo mais atingido na Europa pela pandemia, tem quase 50 mil infectados e 4.089 mortes por causa de complicações provocada pelo Sars-Cov-2.

    Na Itália, o Ministério de Saúde registrou ao menos 7.503 mortes por Covid-19 e mais de 57,5 mil casos até quarta-feira (25). Há um mês, o país mediterrâneo relutava em ampliar medidas de isolamento que estavam concentradas em cidades da Lombardia, região ao norte do país mais afetada pelo surto de coronavírus.

    Por G1 

    Imprimir