Palmas (TO),

  • LEIA TAMBÉM

    12/03/2020

    “Se você está resfriado, não vá”, recomenda Mandetta sobre manifestações

    Para o final de semana estão marcadas manifestações sobre a morte da vereadora Marielle Franco e também de apoio ao presidente Jair Bolsonaro

    Ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta ©Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil
    Com dois protestos se aproximando, o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta alertou os cidadãos sobre os riscos do coronavírus. “Se você está resfriado, não vá”, indicou Mandetta aos possíveis manifestantes.

    “O Ministério da Saúde não manda em ninguém. O Brasil segue funcionando, as pessoas seguem andando em ônibus, por exemplo”, lembrou o ministro. “Meu conselho é: se for, busque não ficar em aglomerações, lave as mãos e use álcool em gel”, aconselhou aos que, mesmo com a declaração de pandemia do coronavírus, pretendem ir às manifestações.

    O ministro também lembrou que o Brasil tem continuado algumas atividades sem nenhuma forma de prevenção da proliferação do vírus. “Ontem o Maracanã recebeu 63 mil pessoas. Não deve ter sido uma entrada distanciada, seguindo os protocolos. Nós precisamos seguir as orientações”.

    No próximo sábado (14), estão marcados protestos pelos dois anos da morte da vereadora Marielle Franco. E no domingo (15), as manifestações devem acontecer contra o Congresso e em favor do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

    Por: Dândara Genelhú

    Imprimir