Palmas (TO),

  • LEIA TAMBÉM

    23/04/2020

    CAPITAL| Reunião entre Prefeitura e representantes de entidades comerciais discute reabertura do comércio com regras

    ©DIVULGAÇÃO
    Dando continuidade às reuniões setoriais com segmentos econômicos e classistas da Capital, o Comitê Gestor da Prefeitura de Palmas recebeu nesta quinta-feira, 23, representantes da Câmara de Dirigentes Lojistas de Palmas (CDL), da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes Seccional Tocantins (Abrasel), do Sindicato dos Mototaxistas e da Federação da Câmara de Dirigentes Lojistas do Estado do Tocantins. Na pauta foram discutidos pontos que visam à adequação dos estabelecimentos da indústria, comércio e serviços, às regras de enfrentamento ao coronavírus, estabelecidas pela organização Mundial do Comércio (OMS), como forma de proteger os colaboradores das empresas e seus clientes.

    O presidente do Comitê Gestor, Thiago Marconi, secretário de Planejamento e Desenvolvimento Humano, explicou que há mais de 10 dias o Comitê Gestor deu início a essas rodadas de diálogos, e que nesse período foram recebidos mais de 50 empresários de diferentes setores, visando implementar o Plano Estratégico de Descontingenciamento, elaborado pela Prefeitura, com o objetivo de reabertura gradual do comércio e da prestação de serviços, que pressupõe responsabilidade compartilhada entre o poder público e a classe empresarial.
    ©DIVULGAÇÃO
    “Esse espaço de diálogo tem nos mostrado o quanto a classe empresarial de Palmas está consciente do seu papel na adoção de medidas internas e junto aos seus públicos, para evitar a contaminação pelo coronavírus (Covid-19). Esse senso de responsabilidade aumenta a segurança da gestão, na tomada de decisões”, enfatizou Marconi. Ele citou como exemplo de cumprimento das medidas, o setor da construção civil e os feirantes que se revezam no espaço da Feira da 304 Sul, todos cumprindo rigorosamente as regras de higiene e usos de máscaras. “De toda forma, é preciso continuar o trabalho de fiscalização, pois esse é um processo de mudança, contínuo”, acrescentou Marconi.

    Otimista, o presidente da CDL Palmas, Silvan Portilho, diz que a entidade entende a necessidade das regras de segurança neste momento, por isso está se preparando para prestar todo o suporte no sentido de que a reabertura do comercio da Capital ocorra de forma segura, tanto para empresários como para os clientes. Nesse sentido, diz que estão preparando campanhas de conscientização com as regras que forem definidas pela Prefeitura para atingir empresários, funcionários e clientes.

    A CDL também está coordenando uma ação de arrecadação de máscaras e álcool gel juntos as grandes empresas para distribuir aos empresários que não têm condições de arcar com os custos desses produtos nesse primeiro momento. Segundo Portilho, já existem 96 empresas cadastradas para receber o auxílio, e o número de kits arrecadados chega a cerca de 200. Os empresários que puderem e quiserem contribuir com essa campanha podem procurar a entidade pelo telefone (63) 3221-2000.

    A presidente da Abrasel Tocantins, Ana Paula Setti, também destaca os avanços nas discussões sobre a reabertura de bares e restaurantes de Palmas. Ela ressalta a transparência por parte da gestão municipal, que está prestando todo o apoio, e diz que estão contribuindo com sugestões para a retomada das atividades de forma segura.

    Por: Neuracy Viana


    Imprimir