Palmas (TO),

  • LEIA TAMBÉM

    30/04/2020

    Distribuição dos blocos de atividades da ferramenta Palmas Home School teve início nesta quinta-feira, 30

    ©DIVULGAÇÃO
    Com a suspensão das aulas em decorrência da pandemia do coronavírus (Covid 19), os profissionais que atuam nas unidades educacionais da rede municipal de ensino, junto à equipe pedagógica da Secretaria Municipal da Educação (Semed), assumiram o desafio de garantir a rotina educacional dos alunos, mesmo sem aulas presenciais.

    Em meio ao uso das tecnologias, a Semed lançou a ferramenta online Palmas Home School, onde com o auxílio dos pais, os estudantes podem ter acesso aos conteúdos já vistos em sala de aula, em forma de bloco de atividades, vídeos, indicação de leitura, brincadeiras, tudo direcionado a todas as modalidades de ensino ofertadas pelo Município. É válido ressaltar que não é uma reposição de aulas, mas sim, uma forma de manter o vínculo entre aluno/escola.

    Neste sentido, a Escola de Tempo Integral Duque de Caxias (ETI DC) Caroline Campelo iniciou nesta quinta-feira, 30, a distribuição dos primeiros blocos de atividades aos pais que não utilizam e/ ou não possuem internet em casa. “Tivemos o cuidado de preparar a escola para receber esses pais, dentro das medidas de segurança, de forma organizada, evitando aglomeração, tudo em perfeita harmonia e zelo”, relatou Marta Pacheco, diretora da escola.

    A diretora explicou ainda que para facilitar a comunicação entre os pais, foram criados vários grupos de WhatsApp na escola, e por meio deles, são realizados os agendamentos por turmas para retirada das atividades. “A entrega do material acontecerá semanalmente e os pais são orientados quanto a retirada e entrega dos materiais. Junto aos blocos, também estamos distribuindo máscaras para as famílias que precisam”, falou Marta.

    Elicassia Gomes da Silva, mãe dos pequenos Cláudio Henrique Gomes, Lara Rafaelli Gomes e Felipe Gomes, chegou cedo à escola para buscar o material dos filhos e relatou que o mesmo surge como um auxílio aos pais. “As crianças que gostam de vir a escola estão sofrendo muito, longe dos amigos, das professoras, trancados em casa, por segurança, neste período de quarentena. Eu vejo essas atividades como um elo de aproximação da escola com os nossos filhos, reforçando o aprendizado. E o fato das atividades terem sido enviadas pela escola, desperta nas crianças o desejo de fazê-las, pois sabem que os professores aguardam por elas. Enquanto pais, precisamos reservar um tempo para ensiná-los, e não deixá-los no ócio. E diante de tudo isso, estamos dando mais valor aos professores e a unidade escolar, por tudo que fazem por essas crianças”, disse a mãe.

    Outro pai que garantiu as atividades dos filhos João Gabriel Conceição e Pedro Guilherme Conceição, foi Deusivan da Silva, que descreveu sua felicidade pela iniciativa da escola. “Estou feliz e aliviado, pois sei que o ano letivo dos meus filhos não está perdido. Mesmo que a atividade não some para a nota, ela vai manter a mente da criança ativa e, nós pais, assumiremos o papel dos professores, só que agora, dentro de casa. Este momento em que estamos vivendo, nos faz refletir sobre muitas coisas, nos aproxima dos nossos filhos, onde dispomos de tempo para acompanhar o que eles estão aprendendo e também, nos mostra como é fundamental o papel da escola na evolução e aprendizagem das crianças”.

    A ferramenta Palmas Home School pode ser acessada na página principal da Prefeitura ou neste link.





    SECOM/Semed


    Imprimir