Palmas (TO),

  • LEIA TAMBÉM

    10/04/2020

    GUARAÍ| Município comemora 50 anos de emancipação política neste sábado, 11 de abril

    ©DIVULGAÇÃO
    Comemorado no dia 11 de abril, a programação do aniversário de Guaraí foi suspensa devido à ameaça de contaminação pelo coronavírus (Covid-19), uma medida para evitar aglomeração de pessoas. Mesmo assim, a população decidiu homenagear publicando fotos e vídeos dos setores, zona rural, arco-íris, nascer e pôr do sol, lua, igrejas, flores, jardins, trilhas de bike e demais pontos turísticos no município, foram lembrados em mais de 500 imagens enviadas pelos guaraienses para publicação nas redes sociais da prefeitura.

    Abertura do comércio

    A Prefeitura de Guaraí publicou o Decreto Nº 1.472/2020, na última quarta-feira, autorizando a abertura do comércio, no sábado, 11 de abril, em virtude do feriado da Semana Santa e aniversário do município.

    A decisão foi em conjunto com o Comitê de Enfrentamento contra o Covid-19 (CEC-Guaraí), onde participam diversos representantes das classes sociais do município. De acordo com o decreto, o comércio local manteve suas portas fechadas, devido os feriados, e que no domingo, 12, comemora-se a Páscoa, aumentando-se as vendas de chocolates e outros produtos alimentícios.
    Painéis foram instalados nos pontos centrais do município
    Painéis comemorativos

    A Prefeitura de Guaraí instalou painéis de lona em ground, tamanho 5 x 3, nos pontos centrais do município, em comemoração ao 50º aniversário, com o tema: Guaraí 50 anos – Você faz parte da nossa vida!

    “Nosso povo de muitas origens, valorizam as boas conversas e amizade. Foi nesta terra que crescemos e construímos nossas vidas. Aqui é nossa casa. Guaraí é uma grande mistura, da vida intensa de uma cidade polo à serenidade típica do interior. Onde pode sair pelas ruas, tomadas pelos carros e pessoas, brincar nas praças ou buscar paz respirando ar puro. Uma cidade para todo mundo. Onde o passado e o presente se misturam para desenhar o futuro”, escreveu, a prefeita Lires Ferneda.

    História

    Localizada no coração do Estado do Tocantins, às margens da BR-153, Guaraí tem sua história relacionada com a construção da rodovia, também conhecida como Belém Brasília.

    De acordo com a historiografia tudo começou quando, em 1937, o comerciante Leôncio de Souza Miranda, residente em Pedro Afonso, percebeu uma forte concorrência no comércio local, transferiu-se para à margem esquerda do Rio Tocantins, a atual Tupirama.

    Tupirama ficou sendo sede municipal apenas por 15 anos, entre 1953 a 1968, pois com a formação do acampamento, a região de Guará atraiu uma grande quantidade de famílias. Essa movimentação fez com que, em poucos anos, o povoado de Guará ultrapassasse Tupirama e se tornasse mais importante economicamente e populacional.

    Segundo o livro Tocantins: história e Geografia, do professor Júnio Batista, a partir de 1958, com a construção da Belém Brasília, a rodovia se transforma num grande polo de atração da população, principalmente dos nordestinos, fazendo nascer cidades às suas margens.

    O Governo de Goiás transferiu a sede de Tupirama para o povoado de Guará, através da Lei Estadual nº 1.177 de 05 de novembro de 1968, passando, o novo município, a se chamar Guaraí.



    Território

    Com 2.268,147 Km², o que corresponde a 0,82% da área territorial, Guaraí é considerado um dos polos agrícolas do estado. A cidade é cortada pela Ferrovia Norte-Sul.

    Origem do nome Guaraí

    Originou-se da palavra guará, uma homenagem a grande quantidade desse animal que era muito comum na região – acrescido da letra I, que em Tupi-Guarani significa pequeno, ou seja, guará pequeno. Fato ocorrido em 11 de abril de 1970 – data que é comemorado com o aniversário da cidade.

    ASSECOM


    Imprimir