Palmas (TO),

  • LEIA TAMBÉM

    02/04/2020

    Mototaxistas são autorizados a fazer serviço de entrega durante pandemia em Palmas

    Portaria foi publicada no Diário Oficial do Município. Decisão foi tomada levando em consideração o impacto financeiro sofrido pelos mototaxistas, após a suspensão dos serviços.

    Mototaxistas recebem permissão para fazer entrega de mercadorias em Palmas ©Valério Zelaia/Prefeitura de Palmas
    Os mototaxistas foram autorizados a fazer serviço de entrega durante a pandemia do novo coronavírus, em Palmas. A portaria da prefeitura foi publicada no Diário Oficial nesta quarta-feira (1º). Segundo o município, a medida foi tomada para tentar reduzir os impactos financeiros sofridos pelos profissionais após a suspensão dos serviços.

    A portaria autoriza que os profissionais exerçam a atividade de moto frete/delivery de bens e mercadorias, enquanto durarem os efeitos do decreto que suspende as atividades dos mototaxistas de transporte individual de passageiros.

    A permissão para o serviço de entrega é para aqueles profissionais que são cadastrados.

    A autorização para a atividade foi recomendada na última terça-feira ( 31), pela Defensoria Pública do Tocantins como alternativa de renda aos trabalhadores.

    Segundo o defensor Maciel Araújo Silva, autor da recomendação e coordenador do Núcleo Aplicado das Minorias e Ações Coletivas, além de gerar alternativa de renda aos mototaxistas, esses profissionais podem prestar serviços relevantes durante o estado de calamidade, como entrega de remédios, prestação de serviços bancários e compras em supermercados com entrega ao cliente.

    “É extremamente positivo porque os mototaxistas, assim como tantos outros trabalhadores autônomos, precisam trabalhar e o serviço de entrega de bens e mercadorias é uma alternativa para que eles possam trabalhar sem infringir as medidas preventivas, que são absolutamente importantes nesse momento”, argumentou.

    Por G1


    Imprimir