Palmas (TO),

  • LEIA TAMBÉM

    15/05/2020

    Ar-condicionado e geladeira são os vilões do consumo de energia; saiba como evitar surpresas na conta

    Com o fim do período chuvoso e neste cenário de pandemia de coronavírus, é fundamental adotar hábitos de consumo consciente de energia


    A administradora Morgana Lehr está cumprindo as recomendações das autoridades da saúde e, até por isso, está trabalhando de casa. Mas, para evitar o aumento no consumo de energia, tomou algumas medidas. Ela ambientou o “local de trabalho” na área de lazer da sua casa, usufruindo da luz do dia e do ar natural o máximo possível. Assim, evita ligar as lâmpadas e o ar condicionado. “É importante prestarmos atenção em alguns hábitos de consumo. Muitas vezes gastamos energia com coisas sem necessidade”, diz a administradora.

    Além da dica da Morgana, a Energisa mostra outras atitudes simples que podem fazer a diferença. Tome muito cuidado com o uso do ar-condicionado, geladeira, freezer e chuveiro elétrico, pois são os grandes vilões do consumo de energia:

    - Geladeira: o equipamento deve ser instalado em local bem ventilado, longe da luz do sol e de fontes de calor, como fogões e estufas. Mantenha a borracha de vedação da porta em bom estado. Para saber se é hora de trocá-la, faça um teste rápido: coloque uma folha de papel comum sobre a borracha e feche a porta da geladeira. Depois tente retirar a folha. Se ela sair facilmente, significa que a borracha precisa ser trocada;

    - Abra as janelas ou use o ventilador para refrescar o ambiente. Mas se precisar do ar-condicionado, ligue em 23 graus. Essa temperatura garante garante conforto e eficiência. Outra recomendação é limpar periodicamente os filtros do aparelho. Além de prevenir doenças respiratórias, essa prática garante que os aparelhos funcionem melhor;

    Mantenha ventiladores ligados apenas se estiver utilizando o ambiente. Caso contrário, mesmo em uma saída rápida do cômodo, vale desligá-lo enquanto não estiver usando;

    - Sempre que possível, opte por lâmpadas de LED, que apresentam maior durabilidade e consomem menos energia do que as fluorescentes ou incandescentes;

    - Se for usar o ferro de passar, procure juntar a maior quantidade de roupas de uma só vez, para que não precise ligar o ferro novamente. Faça o mesmo com a máquina de lavar;

    - Vigiar os aparelhos de celular e notebooks enquanto recarregam a bateria também é fundamental para não deixar os equipamentos na tomada mais tempo do que o necessário. Nas pequenas pausas, desligue o monitor do computador, já que ele é responsável por cerca de 70% do consumo de energia do equipamento;

    - Ao comprar um equipamento novo e começar a utilizá-lo, haverá aumento no consumo, mas uma forma de minimizar esse gasto é adquirir produtos com o Selo Procel. A economia ao longo do tempo vale a pena;

    - Até novembro, o clima no Tocantins fica muito quente e seco. Mesmo que você não mude nenhum hábito de consumo, a geladeira vai trabalhar mais. Aparelhos de ar-condicionado, climatizadores e freezers, também, já que a temperatura do ambiente estará mais elevada. A manutenção em dia ajuda muito nesse período. Se possível, reduza o uso de equipamentos como: chuveiro elétrico, forno elétrico e micro-ondas.

    - Vale lembrar que vários aparelhos ligados ao mesmo tempo podem ocasionar uma sobrecarga na rede. Isso é mais comum em edificações antigas, que não foram preparadas para a demanda de energia atual, mas também pode ocorrer em imóveis novos.

    Aproveite o tempo em casa junto à família e tome todos os cuidados necessários. Brincadeiras ao ar livre, livros e uma boa conversa são ótimas opções para esse momento, principalmente para evitar o uso excessivo de jogos eletrônicos, como videogames, por exemplo. Toda atitude, por mais simples que pareça, pode fazer uma grande diferença nesse período.

    Caso precise falar com a Energisa, você pode entrar em contato pela Gisa, nossa atendente virtual no WhatsApp, pelo número 63 9222-6664, pelo site energisa.com.br ou pelo 0800 721 3330.

    Quer mais dicas?  Acesse o YouTube da Energisa


    Imprimir