Palmas (TO),

  • LEIA TAMBÉM

    04/05/2020

    CAPITAL| Começa a valer decreto que obriga uso de máscaras em Palmas

    Quem for flagrado em espaço público sem o item pode ser multado em R$ 80.

    Uso de máscaras passa a ser obrigatório em Palmas ©ILUSTRAÇÃO
    A partir desta segunda-feira (4), começa a valer o decreto da prefeita Cínthia Ribeiro (PSDB) que obriga o uso de máscaras em Palmas. O objetivo da medida é conter a disseminação do novo coronavírus. Quem descumprir paga multa.

    O decreto com essa nova regra foi publicado no Diário Oficial do dia 27 de abril. O morador que estiver em algum espaço publico precisa estar com a máscara de proteção.

    São considerados espaços de circulação pública, as ruas, praças, estabelecimentos públicos e privados, os outros espaços abertos ao público, transporte coletivo urbano, transporte individual, táxis ou transportes por aplicativos.

    Conforme o município, o uso de máscaras por clientes e funcionários é condição para o funcionamento de estabelecimentos privados, bem como o acesso dos passageiros aos ônibus do transporte público e a táxis e carros que usam aplicativos.

    Os donos de comércio e os responsáveis pelos veículos de transporte de passageiros são responsáveis pelo fornecimento gratuito de máscaras aos funcionários.

    Em caso de descumprimento, a pessoa pode ser multada em R$ 80. A fiscalização também poderá retirá-la do local público, de forma espontânea ou coercitiva.

    Já a multa para proprietários de veículos privados ou de transportes é de R$ 160. Segundo a prefeitura, em caso de reincidência, o local poderá ter seu alvará ou licença de funcionamento cassados.

    Por G1


    Imprimir