Palmas (TO),

  • LEIA TAMBÉM

    29/05/2020

    Logística integrada e exportação foram temas discutidos na Agrotins 2020 100% Digital

    Fundamentais para o desenvolvimento do agronegócio, os temas foram tratados entre o Tocantins, Maranhão e a empresa VLI

    Logística integrada e exportação foram abordados na Agrotins 2020 100% Digital ©Wilson Rodrigues
    Logística integrada e exportação também foram temas discutidos durante a Agrotins 2020 100% Digital. Nessa quinta-feira, 28, o secretário de Estado da Agricultura, Pecuária e Aquicultura, César Halum, participou de um bate-papo sobre o tema juntamente com o gerente técnico de Prospecção da VLI, Eduardo Calleia, e o presidente da Empresa Maranhense de Administração Portuária – Emap, Ted Lago. Todos foram unânimes ao defender que a cadeia do agronegócio é forte e tem feito a diferença no Brasil e no mundo.

    “O campo não para e está produzindo. É preciso então levar produtos e alimentos com segurança logística”, comentou o secretário César Halum, reforçando a parceria público privada como fundamental para a logística e exportação e defendendo novos investimentos para ampliar o transporte e armazenamento de mais cargas.

    “Estamos mantendo o porto de Itaqui funcionando. São sete estados que movimentam cargas pelo porto e é uma atividade essencial para a região e para o país”, informou o presidente da Emap, Ted Lago, assegurando aos produtores e compradores o transporte de cargas.

    O gerente técnico de Prospecção da VLI, Eduardo Calleia, reforçou que a integração entre rodovias, ferrovia e porto auxilia o escoamento do agronegócio. A companhia de soluções logísticas é responsável por dois terminais multimodais no Estado e pela circulação de trens entre o Tocantins e o Maranhão.

    Eduardo Calleia parabenizou o Governo do Tocantins pela realização da feira digital. “A adaptação do evento para o formato virtual mostra como o agronegócio não pode parar. O Tocantins tem crescido bastante nesse setor e possui grande potencial para expandir ainda mais a produção agrícola do Brasil. A feira é um importante ponto de encontro para facilitar interações de produtores, fornecedores e a aquisição de produtos e serviços”, ressaltou.

    Por: Raquel Oliveira


    Imprimir