Palmas (TO),

  • LEIA TAMBÉM

    18/05/2020

    Sebrae amplia apoio ao MEI para superar a crise do coronavírus

    A principal iniciativa é o lançamento do portal do MEI durante a crise, que estará no ar a partir de segunda-feira (18)


    Atingidos pela crise provocada pelo coronavírus, os microempreendedores individuais (MEI) contarão com apoio específico do Sebrae para superar o período da pandemia. A partir de segunda-feira (18), o Sebrae lança a campanha “MEI. Reinvente, Repense. Recrie”, que terá como principal iniciativa o lançamento de um ambiente exclusivo para o MEI dentro do Portal do Sebrae. A página oferece gratuitamente diversos conteúdos criados especificamente para a categoria e pode ser acessada em www.sebrae.com.br/MEI.

    Em virtude do isolamento social para conter o avanço da Covid-19, muitos dos 10 milhões de MEI precisaram paralisar temporariamente suas atividades. De acordo com pesquisa do Sebrae, 58% tiveram que suspender suas vendas durante a pandemia e 31% mudou a forma de funcionamento. O ambiente online do MEI trará ferramentas para que a categoria possa se reinventar e continuar em operação, por meio de mudanças estratégicas e planejadas. Serão ofertados cursos online gratuitos, consultorias especializadas online, atendimentos via chat e e-mail, divulgação de cases de sucesso na crise, dicas de remodelagem de negócios, de renegociação de dívidas, de como buscar crédito, como mudar o foco do negócio, entre outras.

    “O MEI é o futuro do trabalho, é a alternativa ao desemprego, é uma oportunidade de geração de renda. Esta campanha é um reconhecimento do Sebrae ao papel fundamental que esses 10 milhões de empreendedores têm em nossa economia”, avalia o presidente do Sebrae, Carlos Melles. “Neste momento, oferecer suporte à categoria é primordial para que o país supere a crise e retome seu crescimento. Por meio dessa campanha, estamos disponibilizando todo o corpo técnico especializado do Sebrae para auxiliar o MEI na reinvenção de respostas para os problemas que estão sendo enfrentados”, afirma.

    Tocantins

    Em todo o Brasil, já são mais de 10 milhões de Microempreendedores Individuais (MEI) formalizados. Conforme o Portal do Empreendedor e o Simples Nacional, o Tocantins possui mais de 68 mil MEIs, sendo que 42, 3% são do setor de serviços, 38,1% são do comércio, 9,8 % da construção civil, 9,5% da indústria, e os demais do agronegócio. Só em Palmas o número de MEIs subiu 4,30%, saindo de 20.578 MEIs em janeiro para 21.461 em abril de 2020.

    “Os MEI são fundamentais para manter a economia aquecida, para reduzir o desemprego e gerar renda. E neste momento de crise, o Sebrae não deixará de dar uma atenção ainda maior a esses empresários, que necessitam de informação e capacitação para se manterem competitivos”, destacou o superintendente do Sebrae Tocantins, Moisés Gomes.

    “O cenário atual exige de todos nós, diversas mudanças na rotina e muita inovação. Será uma semana inteira de conteúdo, orientações e dicas práticas para se formalizar, para se reinventar, para expandir seu negócio ou aprender a usar melhor as ferramentas digitais”, ressaltou a diretora técnica do Sebrae Tocantins, Eliana Castro.

    ASSECOM/SEBRAE-TO


    Imprimir