Palmas (TO),

  • LEIA TAMBÉM

    10/06/2020

    CAPITAL| Cuidados com a pessoa idosa é tema de reflexão em discurso de Etinho Nordeste

    ©DIVULGAÇÃO
    Durante sessão ordinária na Câmara de Palmas, o vereador Etinho Nordeste (DEM) falou sobre o seu Projeto de Lei nº 137/2017, que altera a Lei nº 2339, de 14 de setembro de 2017, que institui a Semana da Conscientização Contra a Violência à Pessoa Idosa. O tema foi discutido pelos parlamentares, em alusão ao Dia Mundial de Conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa, que acontece no dia 15 de junho.

    Etinho enfatizou a importância do tema e lembrou os cuidados necessários para com os idosos, principalmente por conta da pandemia da Covid-19. “Trago à tona o assunto devido ao momento que estamos passando, a pandemia, para conscientizar as pessoas sobre o tema. Cobrei dos próprios colegas vereadores para que possamos fazer uma campanha nas redes sociais, nos meios de comunicação, pois os idosos são as pessoas mais vulneráveis a essa doença causada pelo coronavírus”.

    A Assistente Social e Coordenadora do Parque da Pessoa Idosa Francisco Xavier de Oliveira, Silvanete Mota de Oliveira, falou sobre as parcerias entre entidades e o poder público na luta contra a violência. “O projeto do vereador Etinho Nordeste vem somar com o trabalho das entidades que atuam na defesa dos direitos da pessoa idosa, colocando os órgãos competentes que trabalham essa política no município, para que falar e debater sobre esse tema. É hora de nos unirmos para colocar em evidência que, infelizmente, a violência acontece, na maioria das vezes dentro da família. Passamos muitas orientações e dicas de como cuidar e como tratar a sua pessoa idosa”. 

    O projeto, que já foi sancionado pelo Executivo no ano de 2018 e virou Lei, dispõe sobre a Semana Municipal de Incentivo à Conscientização Contra a Violência à Pessoa Idosa, a ser realizada anualmente na segunda semana do mês de junho, passando a integrar o calendário oficial de eventos do município. Abrange ainda palestras oficinas, blitz educativa, nas redes de educação, saúde, trânsito, assistência social, esporte, cultura e habitação.

    O Parque da Pessoa Idosa, que funciona em Palmas desde 2016, dispõe de diversas atividades voltadas aos idosos como, voleibol adaptado, fisioterapia em grupo, rodas de conversas, atendimentos psicológicos, acupuntura, dentre outros serviços, mas neste momento de pandemia está fechado para evitar a proliferação do coronavírus.

    Apesar de não estar funcionando, o local está oferecendo atendimento a distância aos idosos via telefone. “O momento agora é de cautela e cuidado maior para que nosso idoso não fique isolado. Mesmo em casa continuamos a fazer esse trabalho com eles. Eles estavam em uma vida diária cheia de atividades e de repente veio a pandemia. Nosso olhar é de atenção, carinho, esperança e alegria para que eles se sintam acolhidos”, justificou Silvanete.

    A Capital do Tocantins tem hoje, aproximadamente, 17 mil pessoas com 60 anos ou mais. A data comemorativa foi instituída em 2006 pela Organização das Nações Unidas (ONU) e pela Rede Internacional da Prevenção à Violência à Pessoa Idosa.

    "Era para estarmos como fizemos no ano passado, com o plenário cheio de idosos, mas por causa dessa doença não estamos. Solicitamos e pedimos ao poder público que não se esqueça dos nossos idosos. Essas pessoas construíram a nossa cidade e merecem todo o nosso respeito e zelo”, finalizou o Etinho. 

    Por: Mariana Ferreira

    Imprimir