Palmas (TO),

  • LEIA TAMBÉM

    15/06/2020

    Eclipse solar no próximo domingo (21) formará um anel de fogo no céu!

    ©iStock Images
    O eclipse solar do próximo domingo, 21, será diferente pois vai formar um anel de fogo no céu e será o primeiro do ano 2020. O último ocorreu em julho de 2019.

    Geralmente, um Eclipse Solar ocorre duas semanas após, ou antes de um Eclipse Lunar, que aconteceu na última sexta-feira, 5 de junho.

    De acordo com os astrônomos, o fenômeno será anular é diferente de um eclipse solar total, o que deixará a impressão de que forma um anel de fogo no céu.

    Neste ano teremos um total de 6 eclipses, sendo que 2 são agora no mês de junho.

    Infelizmente o fenômeno não será visível no Brasil. A Lua bloqueará o Sol sobre a África, incluindo a República Centro-Africana, o Congo e a Etiópia; sul do Paquistão e norte da Índia; e China. Mas segundo a astrologia Yerly a energia dele afetará o mundo todo.

    Vai ser um Eclipse Solar em Câncer, com a energia tensa e antagônica, seguido por eventos imprevisíveis e difíceis de controlar.

    Energias do Eclipse

    Junho será muito intenso, com o potencial de purificar, limpar, e fechar algumas portas ou feridas, erradicar alguns padrões inconscientes ou emprestados, que podem ser antigos e limitantes, nossos ou de nossos ancestrais.

    O Eclipse Solar em Câncer, de 21 de junho de 2020, é um momento propício para deixar o passado para trás, e encerrar todas as situações que não acrescentam mais nada em nossa vida.

    Afetará especialmente Áries, Gêmeos, Câncer, Virgem, Libra, Sagitário, Capricórnio.

    Eclipse

    Cientificamente, um eclipse acontece quando a luz de um corpo celeste é bloqueada por outro.

    Quando a luz do Sol é obstruída pela Lua, temos o eclipse solar na Terra e, quando a Terra está alinhada entre o Sol e a Lua, lança uma sombra na Lua, origina um eclipse lunar.

    Horário

    De acordo com um relatório do timeanddate.com, o Eclipse Solar Anular terá seu pico às 15h40, no horário de Brasília.

    A duração total do fenômeno é de 6 horas no máximo.

    Fonte: Seu Amigo Guru. Com informações de Times Now News e Yearly

    Imprimir