Palmas (TO),

  • LEIA TAMBÉM

    05/06/2020

    Em visita ao Tocantins, presidente da Embratur ressalta importância do ecoturismo na retomada da economia

    Gilson Machado Neto esteve reunido nesta sexta-feira, 5, com equipe da Adetuc e representantes do trade turístico 

    O presidente da Embratur, Gilson Machado Neto, esteve em Palmas nesta sexta-feira ©Flávio Cavalera
    O meio ambiente como principal fator de atração do turista internacional, as medidas adotadas pelo Governo Federal para reduzir os impactos da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), bem como as projeções para a retomada econômica. Estes foram os temas da reunião realizada nesta sexta, 5, com o presidente da

    Agência Brasileira de Promoção Internacional do Turismo (Embratur), Gilson Machado Neto, na sede da Agência do Desenvolvimento do Turismo, Cultura e Economia Criativa (Adetuc) e secretário da Indústria, Comércio e Serviços (Sics).
    ©Flávio Cavalera
    Em sua passagem pela Capital tocantinense, Gilson Machado Neto, conversou com representantes de entidades ligadas ao trade turístico: Associação Brasileira de Agentes de Viagens (Abav-TO), Convention & Visitors Bureau de Palmas, Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel-TO), Associação dos Profissionais de Turismo do Estado do Tocantins (Aprotur), Associação Tocantinense de Turismo Receptivo (ATTR), Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo no Tocantins (Abrajet-TO).

    O presidente da Adetuc e secretário de Indústria e Comércio, Tom Lyra, apresentou a equipe do Turismo e ressaltou a parceria de Gilson Machado nas ações de divulgação dos atrativos tocantinenses em feiras nacionais e internacionais, em 2019 e início deste ano. Lembrou da preocupação do governador Mauro Carlesse com a sobrevivência dos empresários e trabalhadores do setor e pediu pela redução de exigências para a obtenção de crédito junto ao Fundo Geral do Turismo (Fungetur), que tem recursos do Ministério do Turismo (MTur).

    O presidente da Embratur se comprometeu em levar a demanda ao Ministério da Economia e lembrou que o governo trabalha para rever a política de garantias. Também explicou aos presentes que, apesar de ter seu foco na divulgação internacional do Brasil, em função da pandemia o órgão terá ações voltadas ao turismo interno, lembrando que o País é privilegiado pelo clima e quantidade de atrativos naturais, citando especialmente o Tocantins e suas riquezas, como o Jalapão, o Cantão, seus rios, o Monumento das Árvores Fossilizadas, Palmas.

    Em resposta aos questionamentos dos presentes, disse que a Embratur está aberta a receber projetos de eventos de divulgação do Tocantins e que o foco de difisão sobre o Estado deverá ser definido pelo próprio trade turístico, em parceria com o Governo do Estado, por meio da Adetuc.

    Gilson Machado Neto também enfatizou que, segundo a Organização Mundial do Turismo (OMT), o Brasil é o país com o maior potencial de recuperação no setor, lembrando que o meio ambiente é seu principal patrimônio. “O turismo será o motor econômico, ao lado da agropecuária”, ressaltou, ao lembrar que as ações federais voltadas a redução de documentos de licenciamento.

    Também presente na reunião, o presidente do Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins), Sebastião Albuquerque, lembrou que o Tocantins é o quarto Estado brasileiro em eficiência na liberação de licenças ambientais e que o governador Mauro Carlesse tem grande preocupação com a desburocratização. O presidente da Embratur aproveitou para ressaltar a importância da educação ambiental, ressaltando que, sem preservação não há ecoturismo.

    Por: Seleucia Fontes

    Imprimir