Palmas (TO),

  • LEIA TAMBÉM

    15/06/2020

    Governo do Tocantins entrega cestas básicas para representantes de categorias profissionais

    A distribuição das cestas para as categorias de profissionais é resultado de uma ação integrada entre a Sics e Setas

    A ação também atenderá, na segunda etapa, outras cidades do Tocantins
    O Governo do Tocantins, por meio de ação conjunta entre a Secretaria da Indústria, Comércio e Serviços (Sics) e a Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social (Setas) realizaram na terça-feira, 09 de junho, a entrega inicial da segunda etapa de cestas básicas ao presidente do Sindicato dos Garçons e Empregados em Hotéis, Bares, restaurantes e Similares do Estado do Tocantins (Singarehst).

    Nesta segunda etapa, foram entregues, inicialmente, 600 cestas básicas para atender os associados do Singarehst. A ação também atenderá, nesta etapa, as cidades de Paraíso do Tocantins, Gurupi, Dianópolis, Colinas do Tocantins, Tabocão, Pugmil, Miranorte, Guaraí e Araguaína.

    “Atendendo a determinação do governador Mauro Carlesse, as entregas das cestas básicas também serão distribuídas para outras categorias do Estado, de acordo com a liberação das cestas pela Setas”, informou o secretário da Sics e presidente da Agência de Desenvolvimento do Turismo, Cultura e Economia Criativa (Adetuc), Tom Lyra.

    Na1ª etapa, que contemplou as categorias de Palmas, foram entregues, no dia 22 de maio, 234 cestas básicas para os representantes das seguintes categorias: Associação dos Motoristas Autônomos e por Aplicativos do Tocantins (Amaap-TO), Cooperativa dos Condutores de Táxi do Tocantins (Coopertaxi), Associação dos Trabalhadores Ambulantes de Eventos Sociais e Culturais do Tocantins (Ataescult), Sindicato dos Profissionais de Educação Física (Simpef).

    A distribuição de cestas básicas, que contam alimentos e itens de higiene, tem como finalidade garantir a segurança alimentar dos profissionais em situação vulnerabilidade, impactadas pela pandemia da Covid-19.
    ©DIVULGAÇÃO

    Por: Wladimir Machado


    Imprimir