Palmas (TO),

  • LEIA TAMBÉM

    16/06/2020

    PANDEMIA| Mais de 438 mil mortos e oito milhões de infectados no mundo

    Os países com mais óbitos nas últimas 24 horas são os Estados Unidos, com 671 novas mortes, Brasil (627) e México (439).

    ©DR
    A pandemia do novo coronavírus já matou 438.250 pessoas e ultrapassou os oito milhões de infectados em todo o mundo desde dezembro, segundo um balanço da agência AFP de hoje, baseado em dados oficiais. De acordo com a agência noticiosa francesa, hoje 8.090.290 casos de infecção foram oficialmente diagnosticados em 196 países e territórios desde o início da epidemia, nos finais de dezembro passado, na cidade chinesa de Wuhan, dos quais pelo menos 3.698.500 são agora considerados curados.

    Contudo, a AFP alerta que o número de casos diagnosticados reflete apenas uma fração do total real de infecções, já que alguns países estão testando apenas casos graves com internamento hospitalar, outros usam o teste como uma prioridade para rastreamento e muitos estados pobres têm apenas capacidade limitada de rastreamento.

    Desde a contagem feita na segunda-feira, 3.851 novas mortes e 114.921 novos casos ocorreram em todo o mundo.

    Os países com mais óbitos nas últimas 24 horas são os Estados Unidos, com 671 novas mortes, Brasil (627) e México (439).

    Os Estados Unidos, que tiveram a sua primeira morte ligada ao coronavírus no início de fevereiro, são o país mais afetado em termos de óbitos e de casos, com 116.567 mortes e 2.124.155 casos.

    Pelo menos 576.334 pessoas foram declaradas curadas até agora pelas autoridades americanas.

    Depois dos Estados Unidos, os países mais afetados são o Brasil, com 43.959 óbitos e 888.271 casos, o Reino Unido, com 41.969 mortes (298.136 casos), a Itália, com 34.405 mortes (237.500 casos) e a França, com 29.547 mortes (194.217 casos).

    Entre os países mais atingidos, a Bélgica mantém-se com o maior número de óbitos face à sua população, com 83 mortes por cada 100.000 habitantes, seguido pelo Reino Unido (62), Espanha (58), Itália (57) e Suécia (49).

    A China (sem os territórios de Hong Kong e Macau) contabilizou oficialmente um total de 83.221 casos (40 novos entre segunda-feira e hoje), incluindo 4.634 mortes (0 novas) e 78.377 curas.

    A Europa totalizava hoje 188.834 mortes e 2.435.017 casos, os Estados Unidos e o Canadá 124.826 mortes (2.223.581 casos), a América Latina e Caribe 81.328 mortes (1.700.029 casos), a Ásia 24.105 óbitos (887.731 casos), o Oriente Médio 12.234 mortes (581.117 casos), a África 6.792 mortes (254.085 casos) e a Oceania 131 mortes (8.739 casos).

    Esta avaliação foi realizada usando dados reunidos pelas delegações da AFP junto das autoridades nacionais competentes e informações da Organização Mundial da Saúde (OMS). A AFP avisa que devido a correções pelas autoridades ou publicação tardia de dados, os números de aumento de 24 horas podem não corresponder exatamente aos publicados no dia anterior.

    NAOM

    Imprimir