Palmas (TO),

  • LEIA TAMBÉM

    09/06/2020

    Secretária Adriana Aguiar participa da live de lançamento do projeto Deixa que eu Conto Amazônia

    Iniciativa tem como público-alvo crianças de até oito anos de idade e residentes no território da Amazônia Legal

    Lançamento do projeto Deixa que eu Conto Amazônia
    A secretária de Estado da Educação, Juventude e Esportes, Adriana Aguiar, participou na manhã desta terça-feira, 9, do lançamento do projeto Deixa que eu Conto Amazônia. A iniciativa do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) no Brasil tem como objetivo levar para crianças histórias, brincadeiras e curiosidades, por meio de programas de rádio com duração de 30 minutos em média, com uma curadoria cuidadosa e respeito pelas infâncias brasileiras.

    Os participantes da iniciativa são os estados da Região Norte brasileira: Acre, Amazonas, Roraima, Rondônia, Pará, Amapá, Maranhão, Mato Grosso e Tocantins. O programa, voltado para o território amazônico, é direcionado a crianças com idade de 0 a 8 anos e valoriza os saberes dessa região como a flora, a fauna, as populações tradicionais.

    A equipe da Unicef idealizou o projeto para promover a aprendizagem dos meninos e das meninas, conforme as orientações da Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e nas Diretrizes Curriculares da Educação Infantil. O objetivo é auxiliar na manutenção dos direitos de aprendizagem e nos campos de experiências, com uma aproximação dos conhecimentos das crianças e os conhecimentos da humanidade, principalmente em tempo de isolamento da Covid-19.

    Todo o material produzido até o momento está disponível para acesso no site do Unicef Brasil, www.unicef.org.br. Pode ser encontrado também em outras plataformas como YouTube e Spotify. É um material que vai auxiliar os professores no ensino, por apresentar uma metodologia lúdica, com a vantagem de poder ser editado e adaptado para as aulas.

    Na série de programas dedicada ao território amazônico, há saberes voltados para os povos indígenas, quilombolas e ribeirinhos, além de todo o universo folclórico amazônico, em forma de histórias, lendas, brincadeiras, línguas e linguagens.

    A secretária Adriana Aguiar ressaltou a importância da iniciativa para auxiliar os educadores na função de alfabetizar as crianças em idade pré-escolar.

    “Percebemos a importância desse projeto para o desenvolvimento da aprendizagem das crianças e como essa programação apresenta a diversidade que compõe a região amazônica. Isso tudo começou com uma reunião da Câmara Técnica de Educação, no Consórcio de Governadores, em que foram discutidos os desafios e possibilidades, com apontamentos para os projetos prioritários entre os Estados envolvidos. Nosso propósito é assessorar os governadores dessa região observando as necessidades específicas”, destacou a gestora que é presidente da Câmara de Educação e Articuladora Estadual do Selo Unicef Município Aprovado.

    Por: Abrão de Sousa


    Imprimir