Palmas (TO),

  • LEIA TAMBÉM

    24/07/2020

    Governo do Tocantins cumpre meta de vacinação contra Influenza

    A vacina ainda pode ser obtida nas unidades de saúde, já que o Ministério da Saúde orienta ao estado e municípios a estenderem a vacinação ao público geral, enquanto durarem os estoques.

    A vacina contra a gripe é eficaz contra os três subtipos do vírus influenza: (H1N1), (H3N2) e Influenza B ©DIVULGAÇÃO
    A meta sugerida pelo Ministério da Saúde (MS) era a imunização de 90% das pessoas dos grupos prioritários. Após a última prorrogação da Campanha que tinha prazo válido até esta sexta-feira, 24, o Estado do Tocantins alcançou em tempo hábil a imunização de 90,62% da população.

    Para a enfermeira da Gerência de Imunização da SES, Diandra Rocha, “Esse momento é muito importante para a Saúde, por ser uma proteção a mais para a população. Nosso objetivo enquanto profissionais da Saúde é imunizar ao máximo as pessoas elencadas nos grupos prioritários, por sabermos das suas vulnerabilidades acerca da doença e mesmo com todo o esforço e com a meta alcançada, vamos continuar trabalhando para alcançarmos ainda mais pessoas para que possamos garantir mais ainda essa proteção para a população”, afirma.

    O Ministério da Saúde divulgou na última quinta-feira, 23, mais uma prorrogação da Campanha que vai até o dia 31 de Agosto a fim de alcançar o maior número de pessoas imunizadas possível. Segundo o ministério, a vacina é segura e reduz as chances de complicações que podem levar a casos graves da doença e óbitos.

    A Secretaria de Estado da Saúde (SES) também destaca que parte dos grupos prioritários que se encontravam abaixo da meta como idosos, trabalhadores da saúde e indígenas, foram alcançados. Entretanto, o resultado permanece abaixo do esperado para crianças de seis meses a seis anos, gestantes, puérperas e adultos de 55 a 59 anos, assim, espera-se que com essa nova prorrogação o Estado possa alcançar a meta nestes grupos.

    As vacinas seguem disponibilizadas nos postos de saúde até o fim da campanha para a população que queira obter a vacina, que também será liberada para pessoas fora do grupo prioritário.


    Por: George Gomes

    Imprimir