Palmas (TO),

  • LEIA TAMBÉM

    08/08/2020

    Ciclistas morrem após serem atropelados por carro na TO-010

    Segundo as primeiras informações, dois ciclistas pedalavam na rodovia, que liga Palmas a Lajeado, quando foram atingidos por trás. Esse é o segundo caso envolvendo morte de ciclistas, em menos de um mês, no Tocantins. 

    Carro que atropelou ciclistas foi abandonado pelo motorista — Foto: Wilton Dias/TV Anhanguera
    Os corpos dos ciclistas que morreram após serem atropelados por um carro na TO-010, rodovia que liga Palmas a Lajeado, foram identificados. As vítimas são: Valdonez Sobreira de Lima, de 47 anos, e Thiago Germano Santos, de 34 anos.

    Os dois exerciam a advocacia em Palmas e costumavam pedalar juntos. Os corpos estão no Instituto Médico Legal de Palmas.

    Eles morreram após serem atropelados por um carro na tarde deste sábado (8), no km 25 da TO-010, rodovia estadual que liga Palmas a Lajeado. O Instituto Médico Legal confirmou que foi chamado ao local para recolher os corpos.

    O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) disse que foi acionado para prestar socorro e quando chegou ao local encontrou os dois ciclistas sem vida.
    Thiago [de [oculos] e Vadonez morreram na TO-010 — Foto: Divulgação
    Segundo as primeiras informações, as vítimas percorriam a rodovia com sentido a Lajeado e foram atingidas por trás. Após a colisão, os dois foram arremessados a cerca de 100 metros de distância.

    O motorista responsável pela batida teria feito o retorno com destino a Palmas, mas abandonou o automóvel na beira da estrada. Imagens mostram a Polícia Militar no local. O condutor não foi localizado. Dentro do automóvel, foram localizadas bebidas e barracas.

    Ainda não há informações sobre as causas e outros detalhes do acidente. A TO-010 é bastante movimentada e dá acesso a várias chácaras localizadas à beira do lago.
    Bicicletas ficaram destruídas após o acidente — Foto: Wilton Dias/TV Anhanguera
    A prática do pedal ganhou mais adeptos em Palmas e no interior do estado, principalmente durante a pandemia. Ciclistas percorrem as avenidas e rodovias que dão acesso à capital. Essas não são as primeiras mortes registradas esse ano.

    Mortes em Paraíso do TO

    No dia 28 de julho, dois ciclistas morreram após serem atropelados em Paraíso do Tocantins. Thiago Krygsman Horácio, de 35 anos, e Thiago Batista Branquinho Moreira, de 32, praticavam atividades físicas na TO-080, quando foram atingidos por um caminhão e não resistiram,a na descida da serra do Estrondo.

    A Polícia Militar informou que a carreta seguia no sentido Palmas - Paraíso, quando perdeu o controle e atingiu os ciclistas. Com o impacto, um deles teve o corpo carbonizado e uma das pernas amputadas.

    Após o atropelamento, o caminhão bateu na encosta da serra e pegou fogo. As chamas também atingiram a vegetação nas margens da rodovia, mas foram controladas pelos brigadistas florestais. Os bombeiros informaram que o motorista não foi encontrado no local.

    Ciclistas morreram atropelados na TO-010 próximo a Palmas — Foto: Wilton Dias/TV Anhanguera


    Bombeiros combateram chamas em carreta que atingiu ciclistas — Foto: Bombeiros/Divulgação

    Por G1 Tocantins


    Imprimir