Palmas (TO),

  • LEIA TAMBÉM

    31/08/2020

    CLIMA| La Niña e início de período chuvoso no Tocantins

    Seagro alerta produtores rurais sobre período chuvoso no Tocantins

    Aplicativo InfoTempo Tocantins é uma das ferramentas no auxílio a produção
    No Tocantins o segundo semestre do ano é marcado por um período de estiagem que segue seu ápice de forma normal, onde as temperaturas têm superado os 35ºC e a umidade relativa do ar tem apresentado valores críticos recorrentes, sempre abaixo de 30ºC em todo o Estado. A Secretaria de Agricultura, Pecuária e Aquicultura (Seagro), chama a atenção dos produtores para os meses de agosto e setembro, onde as temperaturas máximas tendem a subir ainda mais. Em especial, no mês de setembro onde as máximas superam os 38ºC diários.

    Para o Secretário da Seagro e presidente do Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins), Thiago Dourado, “munir de informações que possam nortear o planejamento dos produtores rurais é fundamental em todos os períodos, inclusive os de chuva. O Governo do Estado acredita que com base no prognóstico climático quem deseja cultivar a terra poderá obter melhores resultados. Inclusive, a Seagro disponibiliza um aplicativo, InfoTempo Tocantins, que contém informações meteorológicas e agroclimáticas do Estado” lembrou Thiago.

    A propósito do início das chuvas no Tocantins, muito tem se falado sobre a possibilidade da ocorrência do fenômeno meteorológico La Ninã atuar na América do Sul. O La Niña se dá pelo resfriamento diferenciado das águas do Oceano Pacífico equatorial, que modula de forma significativa as chuvas em todo o Brasil. Segundo o professor e meteorologista do NEMET/RH - Núcleo Estadual de Meteorologia e Recursos Hídricos da Universidade Estadual do Tocantins (Unitins), José Luiz Cabral, ainda é muito prematuro inferir sobre esta possibilidade, haja vista que as probabilidades estão muito próximas, entre ocorrer ou não. Mas, tranquiliza os produtores rurais do Tocantins, relatando que no mínimo, o que pode acontecer é para que o ano pluviométrico seja bom, ou seja, “normal”.

    Ainda a respeito do período chuvoso, o Prof. Cabral ressalta que nos últimos anos, o início desse período tem apresentado muitas irregularidades, tanto em termos quantitativos quanto na distribuição. E que os produtores devem ficar atentos e não se precipitarem nas primeiras chuvas que sempre caem no mês de setembro, “é primordial certificasse da garantia da umidade solo mínima na sua região, bem como, a continuação de eventos de chuvas para iniciar as atividades de semeadura. Que eles acompanhem o InfoTempo da Seagro por meio dos boletins sobre a ocorrência de chuvas no estado” reforçou Cabral. 

    De acordo com informações do NEMET/RH e do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), o tempo segue estável na primeira quinzena do mês de agosto com algumas variações da nebulosidade que podem ser registradas em todas as regiões do Estado. As temperaturas máximas devem variar entre 33 e 35 graus, com ventos que oscilam de forte a moderado. A umidade relativa do ar continua em baixa e pode chegar a índices críticos nas horas mais quentes do dia, principalmente, nas regiões mais ao sul do Estado.

    Para saber mais como fica o tempo em seu município neste link.

    A produção de grãos no Tocantins está ligada aos períodos meteorológicos do ano – Agricultura


    Por: Leide Theophilo