Palmas (TO),

  • LEIA TAMBÉM

    09/08/2020

    Pais celebram a vida dos filhos que mudam histórias

    O comandante geral, coronel Leandro, felicitou os pais da corporação pela data, celebrada neste domingo, 09

    Com o filho Manoel, o subtenente Lima e a esposa Ariana vivem dias de novos aprendizados
    No Corpo de Bombeiros Militar do Tocantins, a maioria esmagadora é formada por homens. E pode-se dizer que boa parte é pai, conhece o real sentimento de ter ajudado a gerar uma criança e com ela caminhar dia após dia. E qual aquele que não morre de amores, não se dedica, não se preocupa e não é um babão, como dizem por aí? Difícil não haver um que não viva sem o profundo amor, sem uma entrega pelo bem estar do filho. É desafiador? Sem dúvida, mas pai é pai. Provedor da casa desde sempre, todos eles já contam as horas para mais um dia de celebração e homenagens.

    Gabriela, que hoje tem 14 anos, é o motivo de tanta alegria no lar do subtenente Flaviano Araújo. Sempre esperançoso de que um dia seria pai, viu a promessa divina se cumprir há três anos. E neste domingo, 08, mais uma vez a família estará unida, celebrando o Dia dos Pais.

    “Adotamos ela há 03 anos. A chegada dela foi fruto de 17 anos de oração”, conta o subtenente. “Gabriela veio como um presente de Deus para as nossas vidas, pra mim e minha esposa Veronice. Meu desejo é que a cada dia eu possa ser o pai que minha filha tanto sonhou”, acrescentou.

    Flaviano tem 48 anos. Desses, 19 anos são de dedicação à corporação. Aliás, agora, dedicação também à criação de adolescente. Araújo não nega o carinho e o sentimento de profundo amor por Gabriela. “É uma filha fantástica, amorosa, carinhosa, obediente. Ela é, realmente, tudo o que sonhávamos. Hoje nossa convivência é de pai e filha sem reservas, sem medos, receios. Somos muito felizes”, afirmou.

    Tanta felicidade com a chegada da adolescente deixa o subtenente até mais inspirado. “Deus tem feito coisas extraordinárias em nossas vidas, reconstruindo a história dela e nos dando esse privilégio de cuidar, proteger e acima de tudo amá-la. Vamos comemorar o terceiro ano do Dia dos Pais e ser pai é algo fabuloso”, comentou.

    Na casa de outro subtenente, Railson Lima, o centro das atenções tem outro nome: Manoel. Dono de um sorriso fácil e muito expressivo, o garoto faz os olhos do subtenente brilhar de amor. No melhor estilo “pai coruja”, Lima revela que, em casa, junto ao filho, as lições se tornaram rotina. “Cada dia é um ensinamento e um aprendizado diferentes. Com o Manoel eu aprendo todo dia. Aprendo que devemos perdoar rápido como as crianças, aprendo a ver o mundo com os olhos dele, aprendo a achar graça nas pequenas coisas. Ele é o motivo da minha alegria”, derrete-se.

    Já são 28 anos de Corpo de Bombeiros Militar, sete anos casado com Ariana Rolim. E há dois, esse pequenino, novo amor, veio para completar o sentimento do pai, que o tem como presente de Deus.

    Apaixonado, Lima declara: “Quero poder viver muitos anos ao lado dele, vendo seu crescimento e acima de tudo poder passar a ele a importância do respeito, do carisma com as pessoas e do amor ao nosso Deus”.

    Homenagem

    Devido à pandemia novo coronavírus, o comanda geral do CBMTO não fará as homenagens aos pais como era de costume. Contudo, o coronel Reginaldo Leandro da Silva parabenizou a todos pela data especial.

    “Nosso desejo é de que cada um seja o melhor pai, o melhor amigo, o melhor companheiro para seus filhos. Que essa data seja o dia em que todos possam celebrar com amor esse sentimento sagrado e esse presente tão especial dado por Deus. Nosso abraço e o nosso respeito a todos os pais da nossa corporação e do nosso querido estado do Tocantins”, disse o coronel Leandro. 
    Subtenente Araújo e a família em momento de celebração de uma nova história de vida


    Por: Luiz Henrique Machado

    Imprimir