Palmas (TO),

  • LEIA TAMBÉM

    29/08/2020

    PANDEMIA| Flagrantes de desrespeito às medidas de distanciamento são comuns em Palmas

    Mesmo com decreto determinando fechamento de praias, ambientes ficaram lotados neste sábado. Capital ultrapassou Araguaína e se tornou a cidade com mais infectados no Tocantins.

    Praias de Palmas ficaram lotadas mesmo com as proibições ©Reprodução/TV Anhanguera
    Mesmo com Palmas ultrapassando Araguaína e se tornando a cidade com mais casos de coronavírus no Tocantins, flagrantes de desrespeito às medidas de distanciamento social ainda são comuns. Neste sábado (29) as praias fluviais da capital ficaram lotadas, com várias pessoas muito próximas umas das outras.

    As cenas se repetiram nas praias do Caju e do Prata, duas das mais populares aos fins de semana. Todos os pontos turísticos da capital estão fechados por um decreto da prefeitura, mas não há nenhum equipamento que indique que a área está isolada. Durante a tarde, também não houve fiscalização nos locais citados.

    Os restaurantes estão autorizados a funcionar e têm mantido o distanciamento entre as mesas. Os comerciantes garantem que tentam conscientizar os clientes. "Após o fechamento da gente aqui é que existe a bagunça, que ai ninguém respeita ninguém", conta Rogério Alexandre.

    Para os especialistas, ainda não é o momento de retomar as atividades. "Enfermarias cheias, UTIs cheias de paciente de Covid-19 e ainda não temos uma vacina, não temos um tratamento definitivo e eficaz contra a doença", lembra o médico Vicente Andrade.

    Atualmente Palmas tem mais de 12 mil casos de coronavírus confirmados. A cidade chegou a 88 mortes causas pela doença neste sábado.


    Por TV Anhanguera


    Imprimir