Palmas (TO),

  • LEIA TAMBÉM

    08/08/2020

    Polícia Militar encerra festa com cerca de 140 pessoas em chácara na região sul de Palmas

    Evento estava sendo realizado em uma chácara no setor Santa Fé I. Três pessoas foram detidas e levadas para a delegacia.

    Participantes de festa passaram por averiguação da PM — Foto: PM/Divulgação
    A Polícia Militar encerrou uma festa que estava sendo realizada em uma chácara no setor Santa Fé I, na região sul de Palmas, na madrugada deste sábado (8). No local foi encontrada grande aglomeração, com cerca de 140 pessoas. Os dois organizadores do evento e um DJ contratado para a festa foram levados para a delegacia. A ação foi chamada de Cerco Total.

    A PM informou que iniciou a operação por volta de 1h da madrugada após denúncia sobre uma aglomeração que estava ocorrendo na chácara. Quando chegaram ao local os militares encontraram uma festa com música eletrônica e bebidas alcoólicas.

    A aglomeração contrária decretos do município e do estado que proíbem eventos por causa da pandemia de coronavírus.

    Os militares fizeram abordagem e buscas na chácara e nos veículos, mas não encontraram armas ou drogas. Algumas pessoas fugiram do local ao perceberem a chegada da polícia.

    Dois organizadores da festa foram identificados e levados para a delegacia da Polícia Civil, junto com o DJ que foi contratado para a festa. Os três foram autuados e foi feito um termo de ocorrência. Eles devem responder por descumprir medida sanitária preventiva estabelecida pelo poder público.

    Ainda conforme a polícia, as demais pessoas foram liberadas após as buscas e verificação de documentos. O comandante do 6º Batalhão da PM orientou que as pessoas evitem esse tipo de evento e obedeçam as orientações das autoridades de saúde.

    "O momento é de combate à pandemia provocada pelo novo Coronavírus e a Polícia Militar está atuante nesse sentido. Nossas equipes estão nas ruas diuturnamente cumprindo o seu papel, combatendo à criminalidade, e também apoiando na prevenção às medidas contra a Covid-19", disse o tenente-coronel Abner Alves Martins.

    Por G1 Tocantins


    Imprimir