Palmas (TO),

  • LEIA TAMBÉM

    31/08/2020

    Preso em flagrante por esfaquear ex-namorada em churrascaria vira réu por tentativa de feminicídio

    Crime foi no começo de agosto e chocou clientes do restaurante que testemunharam a cena. Artur Sousa Aguiar segue detido na Casa de Prisão Provisória de Palmas.

    Homem foi imobilizado após tentar se matar — Foto: Divulgação
    A Justiça decidiu transformar em réu Artur Sousa Aguiar, preso em flagrante por esfaquear a ex-namorada enquanto ela se servia em uma churrascaria de Palmas. O crime foi no último dia 7 de agosto e assustou clientes que estavam no local e presenciaram toda a cena. A jovem esfaqueada foi socorrida primeiro por um médico que almoçava no local e depois levada ao hospital em uma ambulância. Ela sobreviveu ao ataque.

    Artur Sousa está detido na Casa de Prisão Provisória de Palmas desde o dia do crime. Ele vai responder por tentativa de feminicídio. No dia em que o esfaqueamento ocorreu, policiais que atenderam a ocorrência e testemunhas disseram que Artur Sousa estava inconformado com o fim do relacionamento.

    Na época, ele foi imobilizado e amarrado pelos funcionários e pessoas que estavam no local. Quando a polícia chegou, foi verificado que ele também estava com uma grande perfuração na região do peito. A suspeita é que o ferimento tenha sido causado pelo próprio réu.

    A denúncia sobre o caso foi apresentada pelo Ministério Público Estadual e aceita pelo juiz Marcelo Eliseu Rostirolla, da 1ª Vara Criminal de Palmas, no último dia 26 de agosto. Artur Sousa Aguiar recebeu um prazo de 10 dias a contar da notificação sobre a denúncia para apresentar o nome do advogado ou defensor público que fará a defesa dele.
    Crime aconteceu em churrascaria de Palmas na hora do almoço — Foto: Mayky Araújo/TV Anhanguera

    Por G1 Tocantins


    Imprimir